Ephraim Kishon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ephraim Kishon
Nascimento 23 de agosto de 1924
Budapeste
Morte 29 de janeiro de 2005 (80 anos)
Appenzell
Sepultamento Cemitério Trumpeldor
Cidadania Israel, Hungria
Cônjuge Sara Kishon, Lisa Kishon
Filho(s) Renana Kishon, Rafi Kishon, Amir Kishon
Ocupação escritor, dramaturgo, jornalista opinativo, diretor de cinema, roteirista, escultor, jornalista, ator, historiador de arte
Prêmios
Causa da morte enfarte agudo do miocárdio
Página oficial
http://www.ephraimkishon.de/en/Kishon.htm

Ephraim Kishon (hebraico: אפרים קישון‎, Budapeste, 23 de agosto de 1924Appenzell, Suíça, 29 de janeiro de 2005) foi um escritor, roteirista, dramaturgo e diretor de cinema húngaro-israelense. Ele foi um dos satiristas contemporâneos mais lidos do mundo. [1][2][3]

Foi o primeiro cineasta de Israel cujos filmes foram nomeados para o Oscar e venceram um Globo de Ouro (com Sallah Shabati em 1965 e Ha-Shoter Azulai em 1972). Em 2002 recebeu o Prémio Israel.

Referências

  1. Ephraim Kishon, 80, Holocaust Survivor Who Became Satirist *The New York Times*, 30 de janeiro de 2005
  2. Obituaries: Ephraim Kishon *The Guardian*, 1 de fevereiro de 2005
  3. The life of Ephraim Kishon (1924-2005), ephraimkishon.de
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.