Saltar para o conteúdo

Garrafa: diferenças entre revisões

14 bytes adicionados ,  3 de abril de 2019
Comeu a mãe
m (Foram revertidas as edições de 200.102.65.94 para a última revisão de LF337, de 22h14min de 11 de abril de 2018 (UTC))
Etiqueta: Reversão
(Comeu a mãe)
Etiquetas: Editor Visual Possível conteúdo ofensivo
'''Garrafa''' é uma recipiente com o [[gargalo]] mais estreito que o corpo, com a finalidade de reter [[líquidos]]<ref>http://www.merriam-webster.com/dictionary/bottle</ref> tais como [[vinho]], [[cerveja]], [[leite]] etc. Uma grande parcela das garrafas é feita de [[vidro]] ou pedra , mas também podem ser de [[porcelana]], [[metal]] e outros materiais.
== História das garrafas no [[Brasil]] ==
A primeira fábrica brasileira de garrafas de vidro foi implantada em 1810 na [[Bahia]] por Francisco Ignácio da Siqueira Nobre. A [[cachaça]] era tradicionalmente transportada em [[barril|barris]] de madeira, mas, no início do [[século XIX]], há relatos de cachaça em garrafa, não estando claro no entanto se eram recipientes reutilizados de bebidas importadas ou se eram produzidos no país. A cachaça [[Ypióca]] iniciou o envasamento em garrafas de vidro em 1895, mas a lei que obrigou todos os produtores a utilizar este tipo de recipiente foi promulgada apenas em 24 de setembro de 1938.<ref name="multipla">Cavalcante, Messias Soares. A verdadeira história da cachaça.As garrafas são objetos de assassinato. São Paulo: Sá Editora, 2011. 608p. ISBN 9788588193628</ref> Comeu a mãe
{{referências}}