Estrada das Missões

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Estrada das Missões ou Caminho das Missões, foi uma via que interligou o sertão dos Campos Gerais da antiga comarca de Paranaguá e Curitiba a Região das Missões, no Rio Grande do Sul[1][2].

História[editar | editar código-fonte]

A estrada foi aberta pela expedição do alferes Atanagildo Pinto Martins (também conhecida como "Vereda das Missões") no ano de 1816, saindo da região da Vila Nova de Castro[3], atual cidade de Castro e que na época fazia parte da Província de São Paulo, local onde Atanagildo e sua família moravam, terminando na região de Palmeira das Missões e nos campos de São Borja[4].

O caminho era utilizado por tropeiros e comboios de carretas de boi para o transporte da erva-mate, escoando a produção deste produto para regiões de grande consumo, assim como uma nova rota em direção a Sorocaba para a comercialização de animais (mulas e cavalos)[5].

A abertura da estrada propiciou um fluxo migratório de paulistas e paranaenses para o Planalto Médio, ocasionando na criação de novos núcleos urbanos neste região, como as cidades de Cruz Alta, Santa Bárbara do Sul, Carazinho, Passo Fundo, Lagoa Vermelha e Vacaria e também ao longo de toda a sua extensão.

Referências

  1. Capítulo 7 - Estrada das Missões - página 38 Livro O Paraná e o Paranismo - acessado através do Google Books
  2. Tropeirismo na formação de Santa Bárbara do Sul de Linara Cristina dos Santos - acessado no site da Universidade Regional do Noroeste do estado do Rio Grande do Sul
  3. A formação de comunidades campeiras nos planaltos paranaenses de Roselys Velloso Roderjan - acessado no site da Universidade Federal de Santa Catarina
  4. História - 2° fase Ligação "A Cidade" - acessado no site da Prefeitura Municipal de Palmeira das Missões
  5. Tropeirismo na formação de Santa Bárbara do Sul de Linara Cristina dos Santos - acessado no site da Universidade Regional do Noroeste do estado do Rio Grande do Sul