Eumalacostraca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaEumalacostraca
Caranguejo-azul do Atlântico, Callinectes sapidus

Caranguejo-azul do Atlântico, Callinectes sapidus
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Crustacea
Classe: Malacostraca
Subclasse: Eumalacostraca
Grobben, 1892
Superordens
Syncarida

Peracarida
Eucarida
Ver o texto para a lista de ordens.

Eumalacostraca é uma subclasse de crustáceos que inclui a maioria dos taxa extantes da classe Malacostraca, um grupo que se estima incluir cerca de 40 000 espécies descritas[1] . As restantes subclasses do grupo são os Phyllocarida e possivelmente os Hoplocarida (camarões-louva-a-deus ou tamarutacas)[2] .

As espécies integradas na classe Eumalacostraca têm 19 segmentos corporais (5 cefálicos, 8 torácicos e 6 abdominais). Os membros torácicos são articulados e utilizados para a marcha ou para natação. O ancestral comum desta classe teria uma carapaça, característica que é retida pela maioria das espécies actuais, mas que foi perdida por alguns grupos.

Classificação[editar | editar código-fonte]

O grupo foi originalmente descrito por Karl Grobben[3] e incluía o grupo dos Stomatopoda (camarões-louva-a-deus), critério que é aceite por alguns sistematas modernos. A listagem abaixo segue a revisão feita por Martin & Davis[2] , a qual exclui os Stomatopoda (colocados na subclasse autónoma Hoplocarida). Na listagem, o sinal "†" indica os grupos extintos.

Subclasse Eumalacostraca Grobben, 1892

Referências[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Eumalacostraca
  1. Gary C. B. Poore (2002). "Introduction". Crustacea: Malacostraca. Zoological catalogue of Australia. 19.2A CSIRO Publishing [S.l.] pp. 1–7. ISBN 9780643069015. 
  2. a b J. W. Martin & G. E. Davis (2001). An Updated Classeification of the Recent Crustacea (PDF) Natural History Museum of Los Angeles County [S.l.] pp. 132 pp. 
  3. C. Grobben (1892). "Zur Kenntnis des Stammbaumes und des Systems der Crustaceen". Sitzungsberichte der Kaiserlichen Akademie der Wissenschaften, Vienna. Mathematisch-naturwissenschaftliche Classee [S.l.: s.n.] 101: 237–274.