Tanaidacea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaTanaidacea
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Crustacea
Classe: Malacostraca
Superordem: Peracarida
Ordem: Tanaidacea
Dana, 1849
Subordens

Tanaidacea é uma ordem de pequenos crustáceos pertencentes à classe Malacostraca que engloba cerca de 940 espécies.[1]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Os membros da ordem Tanaidacea são pequenos crustáceos, semelhantes a camarões, com dimensões que variam dos 0,5 aos 120 mm de comprimento na fase adulta. A maioria das espécies tem comprimentos que varia entre 2 e 5 mm.

As carapaças destes animais cobrem os primeiros dois segmentos do tórax. Apresentam três pares de apêndices no tórax (um par de pequenos maxilípedes, um par de grandes gnatópodes com garras e um par de pereiópodes adaptados para escavar no lodo).

De forme incomum entre os crustáceos, os tanaidáceos apresentam os restantes seis segmentos torácicos desprovidos de membros, mas cada um dos cinco primeiros segmentos abdominais normalmente apresenta pleópodes. O segmento final é fundida com o télson e apresenta um par de urópodes.[1]

As brânquias ficam na superfície interna da carapaça. O movimento dos membros torácicos é utilizado para empurrar a água para a boca, filtrando as pequenas partículas de comida com as peças bucais ou maxilípedes. Algumas espécies caçam activamente as suas presas, seja como sua única fonte de alimento, ou em combinação com a alimentação por filtração, a forma mais comum de alimentação neste grupo.[1]

A maior parte das espécies que integram este agrupamento taxonómico são marinhas, mas algumas são encontradas em habitats de água doce e em estuários. A maioria das espécies habita nos fundos de massas de água pouco profundas, mas algumas vivem nas regiões profundas dos oceanos, incluindo as regiões abissais com profundidades superiores a 9000 m. Em alguns fundos do oceano profundo, as espécies da ordem Tanaidacea representam a fauna mais abundante e diversa ali presente.

Os membros da ordem Tanaidacea passam por um verdadeiro estágio planctónico. O período inicial de desenvolvimento é passado no interior do marsupium da mãe. Subsequentemente, o estádio post-larval, denominado mancas, emerge como forma epibêntica. Algumas espécies são hermafroditas.[1]

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

A ordem Tanaidacea está dividida nas seguintes sub-ordens, super-famílias e famílias:[2]

Anthracocaridomorpha Sieg, 1980
Apseudomorpha Sieg, 1980
Neotanaidomorpha Sieg, 1980
Tanaidomorpha Sieg, 1980

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem o portal:
  • Crustaceans
  1. a b c d Barnes, Robert D. (1982). Invertebrate Zoology. Philadelphia, PA: Holt-Saunders International. pp. 768–769. ISBN 0-03-056747-5 
  2. WoRMS (2011). «Tanaidacea». World Register of Marine Species. Consultado em 29 de julho de 2011. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Tanaidacea