Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras
Faculdade Dom Bosco
Lema ELEVAT UT VINCANT
Fundação 27 de outu­bro de 1953 (extinta em 1991, com a entrada em vigor do primeiro estatuto da FUNREI)
Tipo de instituição Privada
Localização São João del-Rei

A Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras foi uma das instituições formadoras da Universidade Federal de São João del-Rei em 1986, quando a Fundação de Ensino Superior de São João del-Rei passou a ser sua mantenedora. Foi criada em 1953 e instalada em 09 de março de 1954. Foi extinta em 1991, com a entrada em vigor do primeiro estatuto da FUNREI.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1953, a Inspetoria Salesiana Dom Bosco, criou, anexa ao Colégio São João, a Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras com o objetivo de habilitar profissionalmente, de acordo com as exigências oficiais, os religiosos da Congregação mantenedora. A Faculdade Dom Bosco teve seus estatutos aprovados pelo Governo Federal, através do Decreto 34.392, de 27 de outu­bro de 1953, assinado pelo Pre­sidente Getúlio Vargas, que tinha como Ministro da Justiça Tancredo de Almeida Neves.

Instalada em 09 março de 1954, como internato, oferecendo os cursos de Filosofia, Ciências e Letras (Clássicas e Anglo-Germânicas). Somente dois anos após sua instalação abriu à educação externa, acrescentando Psicologia e Pedagogia. A Faculdade Dom Bosco que manteve, até 1986, os cur­sos de Filosofia, Ciências, Pedagogia, Letras e Psicologia. Houve também o oferecimento do curso de Ciências Sociais e Didática, extintos antes da federalização.

Segundo Milton Viegas, o estabelecimento teve, como Presidente da entidade mantenedora, o primeiro Diretor, Padre Irineu Leopoldino, au­xiliado de perto pelo Padre Alcides Lanna, seguindo-lhe, sucessivamente, os Padres Virgílio Fistarol e Antônio de Paula, auxiliados no exercício do Vice-Diretorado, pelo Padre José Maria Telles. De 1959 a 1976, Padre Luiz Zver foi o Diretor de fato, embora ocupasse o cargo de Vice-Diretor. De 1976 a 1980, o Diretor foi o Prof. João Bosco de Castro Teixeira. Ainda ocuparam a Direção: Padre Delio Assunção Teixeira, Padre Pedro Prade, Padre Tertuliano de Almeida, Padre Ivo, Padre Oscar e o Padre João Duque dos Reis, seu último Diretor.

Em dezembro de 1986, a Faculdade Dom Bosco, juntamente com as faculdades mantidas pela Fundação Municipal de São João del-Rei, foi federalizada e reunidas, tendo a Fundação de Ensino Superior de São João del-Rei (FUNREI), hoje Universidade Federal de São João del-Rei como mantenedora[1]. Foi extinta em 1991, com a entrada em vigor do primeiro estatuto da FUNREI.

Cursos oferecidos[editar | editar código-fonte]

  • Ciências
  • Ciências Sociais (extinto antes da federalização)
  • Didática (extinto antes da federalização)
  • Filosofia
  • Letras
  • Pedagogia
  • Psicologia

Dos cursos acima, a Universidade Federal de São João del-Rei mantém Filosofia, Letras, Pedagogia e Psicologia. O curso de Ciências foi mantido até 2002, quando foi desmembrado em Licenciatura em Física e Licenciatura em Física.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • GAIO SOBRINHO, Antônio. História da Educação em São João del-Rei. São João del-Rei: FUNREI, 2000.
  • VIEGAS, Milton. Raízes da FUNREI. São João del-Rei: FUNREI, 1996.