Fernando Mattos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Fernando Lewis de Mattos (Porto Alegre, 12 de novembro de 1963 - Porto Alegre, 4 de novembro de 2018) foi um compositor, arranjador, professor e estudioso de música brasileiro.

Cursou música na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, ingressou no seu quadro docente em 1987 e posteriormente obteve grau de mestre em 1997 com a dissertação A Salamanca do Jarau de Luiz Cosme: Análise Musical e História da Recepção Crítica, obtendo nota máxima. Sua tese de doutorado enfocou também a produção de Luiz Cosme, sendo intitulada Estética e Música na Obra de Luiz Cosme.

Tem grande número de obras compostas para os mais varidos gêneros e formações instrumentais e vocais, algumas das quais tem sido gravadas no Brasil e no exterior e recebido premiações. É um autor freqüentemente ouvido nos concertos da Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro, da Orquestra de Câmara da ULBRA e da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre.

Suas atividades incluem áreas do cinema e do teatro, criação de trilhas sonoras, da pesquisa, com investigações em música eletrônica, da direção artística de grupos musicais, e do ensaio, escrevendo textos críticos, desenvolvendo pesquisas sobre a música gaúcha e apresentando obras gravadas de outros compositores.

Obras[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Açorianos[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Indicação Resultado
2003[1] Compositor Erudito Fernando Lewis de Mattos Venceu
2004[2] Compositor Erudito Fernando Lewis de Mattos Indicado
Instrumentista Erudito Fernando Lewis de Mattos Indicado
2008[3] Compositor Erudito Fernando Lewis de Mattos (por Convergências, de Rodrigo Andrade Silveira) Venceu
2013[4] Compositor Erudito Fernando Lewis de Mattos Indicado
2017[5] Compositor Erudito Fernando Lewis de Mattos Indicado

Referências

  1. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Música - 2003». Consultado em 2 de maio de 2018 
  2. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Indicados ao Prêmio Açorianos de Música - 2004». Consultado em 2 de maio de 2018 
  3. Prefeitura Municipal de Porto Alegre. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Música - 2008». Consultado em 2 de maio de 2018 
  4. Zero Hora (25 de março de 2014). «Prêmio Açorianos de Música divulga lista completa de indicados». Consultado em 7 de maio de 2018 
  5. Prefeitura Municipal de Porto Alegre (21 de fevereiro de 2018). «Prêmio Açorianos de Música anuncia lista de indicados». Consultado em 8 de maio de 2018 

Ligação externa[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]