Filé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo fisioterapeuta brasileiro conhecido por Filé, veja Nilton Petroni.
Disambig grey.svg Nota: Se procura pela localidade egípcia, veja Filas.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2010). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Filé de Saint-Pierre.

Um filé (português brasileiro) ou filete (português europeu) é um corte macio e desossado de carne ou de peixe. No caso de bois e porcos, é retirado da região traseira dos animais, e corresponde aos músculos psoas.[1] No caso de peixes, é retirado de um dos dois lados da espinha dorsal.[2]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Filé" é oriundo do termo francês filet,[1] que significa "rede",[3] numa provável alusão ao formato achatado da carne.

Gíria[editar | editar código-fonte]

Representa uma coisa ou pessoa bonita, de bela aparência.

Carne[editar | editar código-fonte]

No caso de carne bovina, filé quase sempre se refere ao filé mignon.

Frango[editar | editar código-fonte]

Filés de frango são retirados do peito do animal.

Peixe[editar | editar código-fonte]

No caso dos peixes, os filés são obtidos geralmente fatiando-se paralelamente à espinha dorsal, e não perpendicularmente a ela como é feito no caso das postas. Isto faz com que menos carne seja obtida de cada peixe, porém a falta de ossos faz com que os filés sejam mais seguros para o consumo.

Referências

  1. a b FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 777.
  2. Dicionário escolar da língua portuguesa/Academia Brasileira de Letras. 2ª edição. São Paulo. Companhia Editora Nacional. 2008. p. 588.
  3. Google tradutor. Disponível em http://translate.google.com.br/#fr/pt/filet. Acesso em 23 de março de 2013.