Filé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo fisioterapeuta brasileiro conhecido por Filé, veja Nilton Petroni.
Disambig grey.svg Nota: Se procura pela localidade egípcia, veja Filas.
Filé de Saint-Pierre.

Um filé (português brasileiro) ou filete (português europeu) é um corte macio e desossado de carne ou de peixe. No caso de bois e porcos, é retirado da região traseira dos animais, e corresponde aos músculos psoas.[1] No caso de peixes, é retirado de um dos dois lados da espinha dorsal.[2]

No caso de carne bovina, filé quase sempre se refere ao filé mignon. Filés de frango são retirados do peito do animal. No caso dos peixes, os filés são obtidos geralmente fatiando-se paralelamente à espinha dorsal, e não perpendicularmente a ela como é feito no caso das postas. Isto faz com que menos carne seja obtida de cada peixe, porém a falta de ossos faz com que os filés sejam mais seguros para o consumo.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Filé" é oriundo do termo francês filet,[1] que significa "rede",[3] numa provável alusão ao formato achatado da carne.

Gíria[editar | editar código-fonte]

Representa uma coisa ou pessoa bonita, de bela aparência.

Referências

  1. a b FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 777.
  2. Dicionário escolar da língua portuguesa/Academia Brasileira de Letras. 2ª edição. São Paulo. Companhia Editora Nacional. 2008. p. 588.
  3. Google tradutor. Disponível em http://translate.google.com.br/#fr/pt/filet. Acesso em 23 de março de 2013.