Filipe de Harveng

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Filipe de Harveng (em latim: Philippus de Harveng; em francês: Philippe Le Harvengt; m. 1183) foi um monge e teólogo premonstratense do século XII, abade da Abadia de Bonne-Espérance no Condado de Hainaut (na moderna Bélgica).

Obras[editar | editar código-fonte]

Sua "Responsio de damnatione Salomonis" tratava do estranho, segundo ele, comportamento de Salomão.[1] Em "De somnio regis Nabuchodonosor" (o "sonho de Nabucodonosor"), inventou novas formas de relatar a história do Livro de Daniel,[2] variando o padrão das quatro monarquias.

Sua biografia de Santo Agostinho foi muito celebrada e influente.[3] Baseado em Possídio, fez de Agostinho precursor dos cânones regulares.[4] Em "De institutione clericorum", associando a frase "docere verbo et exemplo" ("ensinar pela palavra e pelo exemplo") com a vida clerical, enfatizou a pregação.[5] Na mesma obra, argumentou a favor da ordem social vigente.[6]

Filipe escreveu muitas hagiografias, incluindo uma "Vida" de São Foillan.[7] Cartas sobreviventes a Filipe, Conde de Flandres, e Henrique I, conde de Champagne, defendem o patrocínio dos cavaleiros ao ensino.[8]

Referências

  1. «Editor's Notes» (em inglês). Heliotropia 2.1. Consultado em 29 de setembro de 2014. Arquivado do original em 22 de junho de 2006 
  2. Giles Constable, The Reformation of the Twelfth Century (1996), p. 164.
  3. Eric Leland Saak, High Way to Heaven: The Augustinian Platform Between Reform and Reformation (2002), p. 179.
  4. Eric Leland Saak, High Way to Heaven: The Augustinian Platform Between Reform and Reformation (2002), p. 182.
  5. Caroline Walker Bynum, The Spirituality of Regular Canons in the Twelfth Century: A New Approach, Medievalia et Humanistica, New Series Nr. 4, 1973, online.
  6. Giles Constable, Three Studies in Medieval Religious and Social Thought (1998), pp. 263-4.
  7. Wikisource-logo.svg "St. Foillan" na edição de 1913 da Enciclopédia Católica (em inglês). Em domínio público.
  8. «Knights at Court» (em inglês). University of California Press 

Referências[editar | editar código-fonte]

  • G. P. Sijen, Philippe de Harveng, abbé de Bonne-Espérance: sa biographie, Analecta Praemonstratensia vol. 14 (1938), pp. 37–52
  • N. J. Weyns, A propos des Instructions pour les clercs (De Institutione Clericorum) de Philippe de Harveng, Analecta Praemonstratensia vol. 53 (1977), pp. 71-79
  • Carol Neel, Philip of Harvengt and Anselm of Havelberg: The Premonstratensian Vision of Time, Church History, Vol. 62, No. 4 (December, 1993), pp. 483-493
  • U. G. Leinsle,"Deo militans clericus“ – Rittertum und Krieg im Werk Philipps von Harvengt, Analecta Praemonstratensia 77 (2001), pp. 94–120

Ligações externas[editar | editar código-fonte]