Fonte Coberta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portugal Carreira  
—  freguesia portuguesa extinta  —
Bandeira de Carreira
Bandeira
Carreira está localizado em: Portugal Continental
Carreira
Localização de Carreira em Portugal Continental
Coordenadas 41° 29' 02" N 8° 33' 32" O
Concelho primitivo Barcelos
Concelho (s) atual (is) Barcelos
Freguesia (s) atual (is) Carreira e Fonte Coberta
Extinção 28 de janeiro de 2013
Área
 - Total 2,05 km²
População (2011)
 - Total 582
    • Densidade 283,9/km2 
Freguesia de Fonte Coberta

Fonte Coberta foi uma freguesia portuguesa do concelho de Barcelos, com 2,05 km² de área²)[1] e 582 habitantes (2011)[2]. Densidade: 283,9 hab/km².

Foi extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada à freguesia de Carreira, para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Carreira e Fonte Coberta com sede em Carreira.[3]

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Fonte Coberta (1864 – 2011) [4]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
220 247 225 226 242 287 300 375 417 467 459 559 600 609 582
         Evolução da População desde 1864 até 2011                 Evolução dos Grupos Etários (2001 e 2011)                   

Evolução da  População  1864 / 2011; Variação da População  1864 / 2011; A População em 2001; A População em 2011;

Localização[editar | editar código-fonte]

Fica a sudoeste da sede de concelho a uma distancia de 10 km, é uma pequena localidade cujo território se alonga no sentido Norte-Sul, de orografia não muito acidentada, a sua área de 142 hect. ocupa uma zona levemente ondulada na vertente norte e oeste do pequeno outeiro que vai do monte de Airó ao da Saia e divide a bacia orográfica do Cávado da do Este. É atravessada pela Estrada Nacional nº 4 de Famalicão a Barcelos, com o apeadeiro de Carreira, e linha férrea do Minho e Douro, o túnel entre as estações de Nine e Midões fica nesta localidade, tem como vizinhas Moure, a norte e Sequiade e Cambeses a nascente, Silveiros e Carreira a Sul e a Poente com Rio Covo Santa Eulália, Situando-se a sudeste de Barcelos.

Era uma Reitoria da Apresentação do Arcebispo de Braga e foi, além disso Comenda da Ordem de Cristo.

Existe ao lado nascente da igreja Paroquial e pouco distante desta uma Fonte com a designação de «Fonte Coberta» a qual deu o nome da localidade. Nesta fonte nasce um regato que banha a povoação.

Nas inquirições Afonsinas de 1220 e 1258 vem referida como “Sancto Romano de Fonte Cooperta “, situando-se nas Terras de Faria.

No lugar de S. Paio, na extremidade da freguesia, partilhada com Moure, existiu outrora um templo da invocação da Ordem de Cristo.

Instituições[editar | editar código-fonte]

A Associação Desportiva Recreativa e Cultural de Fonte Coberta (ADRCFC) foi fundada a 29 de Agosto de 1984, contando, em Janeiro de 1997 com 300 sócios inscritos. Dedica-se sobretudo ao futebol na Liga Popular de Barcelos e, esporadicamente, ao atletismo.

Turismo[editar | editar código-fonte]

O Estabelecimento de Turismo Rural com um caris cultural e histórico é toda construída em pedra, foi construída por um brasileiro, grande benemérito do hospital de Barcelos. No exterior existem inscrições nas paredes que a datam de 1861. As arcadas escondem ninhos de andorinha e o actual dono da casa os quis preservar. Artur Saldanha era o anfitrião. E um verdadeiro contador de historias, na qual conhecia todo o pais porque durante mais de trinta anos andou a vender lanefícios. Esta casa é servida por uma horta com diversas culturas hortícolas e com pomar também ele com uma diversidade de frutos; o lugar é calmo e seguro, a sua fonte de água cristalina e o doce afecto da sua hospitalidade, o bom vinho que aqui se produz e os petiscos ao fim da tarde são boas razões para aqui ficar.

Tradição Vinícola (Quinta do Tamariz) Esta localidade é em grande parte produtora dos vinhos verdes que se reconhecem em Portugal e estrangeiro, tendo como produtor principal que já há muitos anos que se dedicam e esta actividade as marcas Tamariz tinto e branco, Landeiro, Pigeiros.

A visitar:

  • Festa do Padroeiro S. Romão
  • Festa do Menino Jesus
  • Turismo Rural
  • Nicho arqueológico do Montinho
  • Fontanários
  • Igreja Matriz
  • Cruzeiro
  • Turismo Rural

Património[editar | editar código-fonte]

  • Festa do Padroeiro S. Romão
  • Fonte Coberta
  • Casa do Eido (Turismo Rural)
  • Nicho do Senhor da Boa Morte
  • Fontanários
  • Igreja Matriz
  • Cruzeiro
  • Senhora dos Caminhos

Pessoas Ilustres[editar | editar código-fonte]

  • Dr. Sant' Anna Dionisio – Escritor (Falecido)
  • Manuel Gomes de Araújo – Ministro de Oliveira Salazar durante o Estado Novo
  • Prof.Dr. José Augusto Sant'Anna Dionisio – Cientista
  • Dr. Alfredo Saldanha - Professor

Referências

  1. Instituto Geográfico Português, Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2012.1
  2. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Norte". Instituto Nacional de Estatística. Arquivado desde o original em 4 de Dezembro de 2013. Consultado em 6 de Março de 2014. 
  3. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
  4. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.