Fornecedor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Fornecedor (derivado do francês fournisseur, verbo fournir, em português: fornecer, abastecer, prover) é aquele que fornece mercadorias ou serviços ao consumidor.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor – Lei nº 8.078, art. 3º – o fornecedor é toda pessoa:[1]

  • Física ou jurídica;
  • De caráter público ou privado;
  • Nacional ou estrangeiro;
  • Entes despersonalizados que desenvolvem atividades de produção, montagem, criação, construção, transformação, importação, exportação, distribuição ou comercialização de produtos ou prestação de serviços.

Ainda segundo o CDC – Código de Defesa do Consumidor – a definição sobre este termo é ampla, o qual atinge a todos os envolvidos na cadeia de produção e comercialização.[1]

Na contabilidade, um fornecedor é um credor enquanto um cliente é um devedor.[2]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

No Direito Brasileiro, e consequentemente, no Código de Defesa do Consumidor é considerado fornecedor toda pessoa física ou jurídica, pública ou privada, nacional ou estrangeira, bem como os entes despersonalizados, que desenvolvam atividades de produção, montagem, transformação, beneficiamento, acondicionamento , renovação ou recondicionamento, criação, construção, importação, exportação, distribuição ou prestação de serviços (bancos, segurados, corretoras, etc.). Isto é todo aquele que de alguma forma interfere no produto ou serviço, assumindo sua participação e responsabilidade pelo que fez.

Tipos[editar | editar código-fonte]

Três figuras básicas se enquadram no conceito de fornecedor:

  • Fornecedor ou produtor real: Pessoa física ou jurídica que sob sua responsabilidade participa do processo de fabricação ou produção do produto acabado, de um componente ou de uma matéria prima;
  • Fornecedor ou produtor aparente: Aquele que embora não tendo participado do processo de fabricação, apresenta-se como tal pela colocação do seu nome, marca ou outro sinal de identificação;
  • Fornecedor ou produtor presumido: Aquele que importa o produto ou vende produtos sem identificação clara de seu fabricante, produtor, importador ou construtor, assumindo a responsabilidade.

Escolha[editar | editar código-fonte]

A escolha de um fornecedor pode depender de aspectos individuais a considerar, tais como:

  • Pontualidade nas entregas;
  • Qualidade do produto;
  • Preços competitivos;
  • Antecedentes estáveis;
  • Bons serviços prestados;
  • Cumprimento de promessas e prazos;
  • Apoio técnico;
  • Informação no acompanhamento dos produtos.

Referências

  1. a b Cortegana, Sofia. «Como encontrar Fornecedores online?». Consultado em 9 de dezembro de 2021 
  2. Exemplo; Carrefour e uma empresa que vende,fornece alimentos e etc..

O Fornecedor é de suma importância para a Empresa e para os negócios.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.