Francisco Prado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Francisco Prado
Deputado estadual  Ceará
Período 1920-1924
1925-1928
Membro da Academia Cearense de Letras
Período 1922-1932
Dados pessoais
Nascimento 22 de junho de 1886
Coreaú, CE
Morte 15 de março de 1932 (45 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Cônjuge Julieta Prado
Partido ?
Profissão professor e advogado

Francisco Prado (Coreaú, 22 de junho de 1886Rio de Janeiro, 15 de março de 1932) foi um professor, advogado e político brasileiro com atuação no Ceará, onde foi eleito deputado estadual.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Miguel Leocádio do Prado e Maria do Carmo Carneiro do Prado, recebeu os estudos iniciais tendo a mãe como professora. Em 1900 entrou para o Liceu do Ceará e, em 1905, iniciou o curso de direito na Faculdade de Direito do Ceará. Em 1906 transferu-se para a Faculdade de Direito do Pará.

Em 4 de janeiro de 1910 casou-se com Julieta Prado. Em 2 de julho de 1910 foi nomeado professor de mecânica e astronomia no Liceu do Ceará. Em 1910 foi um dos co-fundadores do jornal O Lábaro.[2]

Deputado estadual[editar | editar código-fonte]

Nas eleições do Ceará de 1920 foi eleito deputado estadual, e reeleito em 1924. Exerceu o mandato até a legislatura de 1928, quando candidatou-se a deputado federal e não figurou entre os eleitos.[3]

Academia Cearense de Letras[editar | editar código-fonte]

Em 1922 tornou-se membro da Academia Cearense de Letras.[4][5]

Referências

  1. BRAGA, Renato. Dicionário Geográfico e Histórico do Ceará. Vol. II. Fortaleza; Imp. universitária, 1959
  2. CAVALCANTE, Leonardo Pildas de Menezes. História de Coreaú - 1702-2002. Fortaleza/Sobral. Expressão gráfica e editora ltda, 2003, páginas 538/540, ISBN 85-7563-028-8
  3. GUIMARÃES. Hugo Victor. Deputados provinciais e estaduais do Ceará - 1835/1947. Fortaleza; ed. jurídica, 1952.
  4. Academia Cearense de Letras - síntese histórica, acadêmicos de ontem. Academia Cearense de Letras. Acesso em 17 de agosto de 2016.
  5. GIRÃO. Raimundo; SOUZA, Maria da Conceição. Dicionário da literatura cearense. Fortaleza: IOCE, 1987