Freitinhas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

José Francisco de Freitas, mais conhecido como Freitinhas (Rio de Janeiro, 1897 – Rio de Janeiro, 13 de fevereiro de 1956) foi um pianista, e compositor brasileiro.

Tinha um defeito nas pernas que o levava a manquejar.

Aprendeu a tocar piano com Francisco Braga e, aos 8 anos, compôs a sua primeira música, uma valsa: Treze de setembro. Com 17 anos já era reconhecido como compositor.

Aos 21 anos, começou a atuar profissionalmente como pianista na Casa Wehrs, demonstrando partituras. Ali, além de editar as suas próprias composições (cerca de 64), transcrevia para a pauta aos melodias dos autores leigos em notação musical.

Escreveu partituras para o teatro musicado, estreando em 1918 com a revista Zé dos Pacotes, de Miguel Santos. Escreveu ainda para as revistas Ai, Zizinha, de Freire Júnior, Sol Nascente, de Carlos Bittencourt, Cardoso de Meneses e Alfredo Pujol, entre outras.

Em 1926, Maestro Freitas (como também era conhecido) começou a compor para o Carnaval obtendo vários sucessos. Por esta ocasião, animava festas e bailes dirigindo uma pequena "jazz band" e, através dela, divulgava as suas próprias canções carnavalescas.

Seu último triunfo carnavalesco foi em 1933 com a música Não faço questão de cor, chegando a receber prêmio da prefeitura carioca. Com o surgimento de uma nova geração de compositores carnavalescos, sua carreira momesca declina, passando a dedicar-se exclusivamente ao teatro de revista.

Em 1956 Freitinhas faleceu deixando inéditas ainda muitas composições, tais como: Ela gosta de falseta, Bonitão, Ela quer é movimento, Meu Brasil, meu Portugal, entre outras.

Principais sucessos[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martinez, Maria Helena (Pesquisa): Acervo da Empresa Paschoal Segreto, da Divisão de Música e Arquivo Sonoro da Fundação Biblioteca Nacional, patrocinada pela Fundação VITAE de Artes, São Paulo, 1997. Texto inédito.
  • Grande Enciclopédia Larousse Cultural. Larousse, 1995; Nova Cultural Ltda., 1998.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Biografia de Freitinhas no dicionário Cravo Albin