Fricativa epiglotal surda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fricativa epiglotal surda
ʜ
IPA 172
Codificação
Entidade (decimal) ʜ
Unicode (hex) U+029C
X-SAMPA H\

O trinado epiglótico ou faríngeo surdo, ou fricativa epiglótica surda,[1] é um tipo de som consonantal, usado em algumas línguas faladas. O símbolo no Alfabeto Fonético Internacional que representa este som é ⟨ʜ⟩, e o símbolo X-SAMPA equivalente é H\.[2]

O glifo é homoglífico com a letra cirílica minúscula En(н).[1]

Características[editar | editar código-fonte]

  • Sua forma de articulação é o trinado, o que significa que é produzida pelo direcionamento do ar sobre um articulador para que vibre.[2]
  • Seu local de articulação é epiglótico, o que significa que está articulado com as pregas ariepiglóticas contra a epiglote.[1]
  • Sua fonação é surda, o que significa que é produzida sem vibrações das cordas vocais. Em alguns idiomas, as cordas vocais estão ativamente separadas, por isso é sempre sem voz; em outras, as cordas são frouxas, de modo que pode assumir a abertura de sons adjacentes.[1]
  • É uma consoante oral, o que significa que o ar só pode escapar pela boca.[2]
  • É uma consoante central, o que significa que é produzida direcionando o fluxo de ar ao longo do centro da língua, em vez de para os lados.[2]
  • O mecanismo da corrente de ar é pulmonar, o que significa que é articulado empurrando o ar apenas com os pulmões e o diafragma, como na maioria dos sons.[1][2]

Ocorrência[editar | editar código-fonte]

Língua Palavra AFI Significado Notas
Agul[3] мехӏ [mɛʜ] Soro de leite
Árabe[4] Iraquiano[5] حَي [ʜaj] Vivo Corresponde A /ħ/ (ح) no árabe padrão.
Chechen хьо [ʜʷɔ] Você
Dahalo [ʜaːɗo] Flecha
Haida ants [ʜʌnts] Sombra

Referências

  1. a b c d e Esling, John (2010). The Handbook of Phonetic Sciences. [S.l.: s.n.] 
  2. a b c d e Maddieson; Ladefold, Ian; Peter (1996). The Sounds of World's Languages. [S.l.: s.n.] 
  3. Ladefoged & Maddieson (1996):167–168
  4. Ladefoged & Maddieson (1996):167–168
  5. Zeki Hassan, John Esling, Scott Moisik, & lise Crevier-Buchman (2011) "Aryepiglottic trilled variants of /ʕ, ħ/ in Iraqi Arabic". Proceedings of the 17th International Congress of Phonetic Sciences (pp. 831–834), Hong Kong.