Gamela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Quadro do pintor brasileiro Florêncio

Gamela é uma vasilha com a forma de uma tigela ou bacia, esculpida em madeira retirada de árvores cuja madeira é macia, um exemplo é a gameleira.

Pode ser redonda ou ovalada e é utilizada, quer na alimentação humana, como prato ou vasilha para levar a comida à mesa, quer para dar de comer aos porcos, para banhos, lavagens e outros fins.

Apesar de construção aparentemente simples, a gamela, que atualmente é utilizada apenas por pessoas mais pobres ou como ornamentação em casas mais abastadas, não deve ser considerada um utensílio culinário primitivo. Foi necessário inventar primeiro os instrumentos de ferro para produzi-la. As vasilhas de barro e pedra parecem ser as de construção mais antiga, sendo encontradas com frequência em sítios arqueológicos; desta forma, as gamelas devem ter sido inventadas em locais onde o barro não era abundante.

Victor Nunes leal, autor de Coronelismo, Enxada e Voto, também empregava o termo de gamela para compreender o processo de apatrinhamento político das famílias tradicionais (filhotismo).

Wikcionário
O Wikcionário tem o verbete gamela.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]