Gerson Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde julho de 2017).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.


Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde julho de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Gerson Filho (Gerson Argolo Filho) é considerado por muitos como sendo o melhor "oito baixista" do Brasil no seu estilo (8 Baixos com afinação natural). Esse tipo de afinação é muito pouco usado no Nordeste do Brasil porque tem menos recurso que a afinação natural usada pela grande maioria dos Sanfoneiros de 8 Baixos nordestinos, entre eles Zé Calixto, Abdias, Geraldo Correia, Adolfinho do 8 baixos e muitos outros. Gerson Filho nasceu na Fazenda Mundéis distante algumas léguas do município histórico de Penedo no Estado de Alagoas no dia 12 de Maio de 1915. Foi o Primeiro Solista de 8 Baixos a obter prestígio e reconhecimento artístico além do âmbito circunscrito ao contexto de atuação dos Sanfoneiros de 8 Baixos nos bailes rurais e de periferias urbanas. Com 6 anos de idade o Gerson ficou muito impressionado ao ver o Sanfoneiro Zé Moreno tocando e algum tempo depois pediu a esse Sanfoneiro para fazer parte do seu conjunto. Gerson filho começou tocando Ganzá no conjunto do Zé Moreno com quem aprendeu os primeiros acordes da Sanfona. Aproveitando os intervalos nos bailes o Gerson foi se aperfeiçoando e logo surgiria sua primeira oportunidade quando o Zé Moreno foi contratado para tocar em 2 bailes no mesmo dia e pediu ao Gerson para iniciar tocando em um deles, e Gerson desempenhou muito bem o seu papel. Daí em diante começaria sua carreira tocando nos bailes e animando festas naquela região. No início do ano de 1950 Gerson Filho migrou para o Rio de Janeiro para tentar melhorar sua condição de vida. Conheceu os artistas Venâncio e Corumba e com o apoio da dupla Conseguiu gravar seu primeiro disco na Gravadora “Todamérica” no ano de 1953. Este disco foi um 78RPM com 2 Faixas: "Quadrilha da Cidade" e o baião “Catingueira no Sertão". Em 1954, venceu o concurso de calouros "Caminho da vitória" na Rádio Guanabara, sendo logo em seguida contratado pela emissora. No mesmo ano, lançou os baiões: "Baião do soldado" e "Baião em Caxias", a polca "Casa velha", todas de sua autoria e a rancheira "Marombando", com Salvador Miceli, entre outras composições. No ano de 1969 Gerson Filho já casado com a Clemilda, retornou para o Nordeste e foi morar em Aracaju, capital do Estado de Sergipe; nessa altura já era um Artista consagrado nacionalmente. Gerson Filho faleceu no ano de 1994 deixando uma discografia de mais de 40 LPs gravados. [1]

Gerson Filho é considerado o pioneiro na composição de músicas personalizadas para grupos folclóricos e quadrilhas juninas. Como é o caso da música Quadrilha do cabo que possui duas versões uma completa e marcada e outra apenas instrumental. [2]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. As informações biográficas para o texto foram retiradas do Livro “Com Respeito aos 8 Baixos” escrito por Léo Rugero (Leonardo Rugero Peres).
  2. FIGDQUERJ - Prof. André Moreira - Arraiá Arquivos do Samba.