Grande Prêmio da montanha no Tour de France

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Maillot da montanha
Grande Prêmio da Montanha
Nome local maillot à pois rouges
História
Primeira edição 1933
Número de edições 82 (até 2021)
Primeiro vencedor Espanha Vicente Trueba
Último vencedor Eslovénia Tadej Pogačar
Mais vitórias França Richard Virenque (7)

O Grande Prêmio da montanha do Tour de France é uma classificação secundária do Tour de France que recompensa o ciclista que obtém mais pontos ao passar pelas cimeiras dos diferentes portos de montanha de que consta a carreira. O líder desta classificação recebe o nome de "Rei da montanha", e desde 1975 é recompensado com um maillot de cor branca e pontos vermelhos, em francês chamado maillot à pois rouges.

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro Tour de France disputou-se sem passar por grandes portos de montanha, sina atravessando portos menores. O primeiro foi o Col des Echarmeaux (712 m), na etapa inicial entre Paris a Lyon, no que hoje é o antigo caminho de Autun em Lyon. A etapa de Lyon em Marselha incluiu o Coll da République (1.161 m), também conhecido como o Col de Grand Bois, nas redondezas de St-Etienne. O primeiro grande porto que passou, o Ballon de Alsace (1.178 m ) nos Vosgos, se superou no 1905. Com tudo, os verdadeiros grandes portos de montanha não foram incluídos até 1910, nos Pirenéus, quando se superaram pela primeira vez o Col d'Aubisque e o Tourmalet. A ascensão fazia-se por caminhos de ferradura, um repto exigente para bicicletas pesadas, sem mudanças de marchas e conduzidas por homens com os pneus de suplentes ao redor dos seus ombros e a comida, roupa e ferramentas em carteiras penduradas dos manillares. O assistente da organização, Victor Breyer, situou-se à cimeira da Aubisque com o colega que tinha proposto incluir os Pireneús, Alphonse Steinès. Após o sucesso desta edição Desgrange decidiu incluir os Alpes em 1911.

A cimeira mais alta que se subiu nunca tem sido a Cimeira da Bonette-Restefond em 1962, a qual se eleva até os 2 802 m.[4] O final de etapa mais alto foi à cimeira do Galibier na edição do 2011.[1]

Desde o 1905, o diário organizador da volta, L'Équipe denominou um ciclista do Tour de France como meilleur grimpeur, o melhor escalador.[2] Em 1933 Vicente Trueba foi o primeiro vencedor desta classificação. Com tudo, Trueba era muito mau nas descidas, pelo qual nunca ganhou nada de importando apesar de coroar em primeira posição a cimeira. Henri Desgrange, director do Tour de France, decidiu que os ciclistas tinham que receber um prêmio por ter chegado primeiros à cimeira. Assim, a partir de 1934, a diferença entre o primeiro e o segundo ciclista ao passo pela cimeira era transformada numa bonificação de tempo em favor do primeiro. Estas bonificações posteriormente foram retiradas, mas manteve-se o reconhecimento pelo Rei da montanha.[3]

Apesar de que o melhor escalador foi reconhecido pela primeira vez em 1933, o maillot distintivo só se introduziu até 1975. As cores do maillot escolheram-se em função do patrocinador do momento, a marcha de chocolate Poulain, as barras de chocolate das quais tinham um envoltório branco a pontos vermelhos.[4] Todo e a posterior mudança de patrocinador nesta classificação o maillot conservou as cores e inclusive se estendeu a outras provas ciclistas.

Desde 2009, o maillot da montanha está patrocinado pelos hipermercados e supermercados Carrefour e Carrefour Market.[5]

Distribuição dos pontos[editar | editar código-fonte]

Durante as ascensões do Tour, os pontos outorgam-se aos primeiros ciclistas que coroam a cada cimeira. As cumes dividem-se em cinco categorias em função da sua dificuldade e à cada categoria corresponde uma determinada pontuação. As mais fáceis são classificadas de quarta categoria e as mais difíceis de "categoria especial" ou "fora de categoria". Desde a última modificação da pontuação, feita em 2012, a pontuação é a seguinte:

Tipo de cume / Posição 1.º 2.º 3.º 4.º 5.º 6.º 7.º 8.º 9.º 10.º
Fora de categoria 25 20 16 14 12 10 8 6 4 2
1a categoria 10 8 6 4 2 1
2a categoria 5 3 2 1
3a categoria 2 1
4a categoria 1

Vencedores do Grande Prêmio da montanha[editar | editar código-fonte]

Meilleur grimpeur[editar | editar código-fonte]

Entre 1905 e 1932, o diário L'Équipe designou na cada edição ao meilleur grimpeur, melhor escalador, do Tour. Este título não era dado pela organização da carreira e não está reconhecido oficialmente, mas é o precedente directo da classificação da montanha que se instaurou desde 1933.

Grande Prêmio da montanha[editar | editar código-fonte]

Até 1975 o Grande Prêmio da Montanha não tinha nenhum maillot distintivo.

M.rasmussen, com o maillot da montanha o Tour de France de 2006
Ano Nome Equipa Pontos Outros maillots
1933 vínculo= Vicente Trueba Touriste-routier 134 -
1934 Bélgica René Vietto França 111 -
1935 Bélgica Félicien Vervaecke Bèlgica 118 -
1936 vínculo= Julián Berrendero Espanha-Luxemburgo 132 -
1937 Bélgica Félicien Vervaecke Bélgica 114 -
1938 Flag of Italy (1861-1946).svg Gino Bartali Itália 107 Mallot groc Maillot amarelo
1939 Bélgica Sylvère Maes Bélgica 86 Mallot groc Maillot amarelo
1947 Itália Pierre Brambilla Itália 98 -
1948 Itália Gino Bartali Itália 62 Mallot groc Maillot amarelo
1949 Itália Fausto Coppi Itália 81 Mallot groc Maillot amarelo
1950 França Louison Bobet França 58 -
1951 França Raphaël Géminiani França 66 -
1952 Itália Fausto Coppi Itália 92 Mallot groc Maillot amarelo
1953 Flag of Spain 1945 1977.svg Jesús Loroño Espanha 54 -
1954 Flag of Spain 1945 1977.svg Federico Bahamontes Espanha 95 -
1955 Luxemburgo Charly Gaul Luxemburgo 84 -
1956 Luxemburgo Charly Gaul Luxemburgo 71 -
1957 Itália Gastone Nencini Itália 44 -
1958 Flag of Spain 1945 1977.svg Federico Bahamontes Espanha 79 -
1959 Flag of Spain 1945 1977.svg Federico Bahamontes Espanha 73 Mallot groc Maillot amarelo
1960 Itália Imerio Massignan Itália 56 -
1961 Itália Imerio Massignan Itália 95 -
1962 Flag of Spain 1945 1977.svg Federico Bahamontes Margnat–Pomba–d'Alessandro 137 -
1963 Flag of Spain 1945 1977.svg Federico Bahamontes Margnat–Pomba–Dunlop 147 -
1964 Flag of Spain 1945 1977.svg Federico Bahamontes Margnat–Pomba–Dunlop 173 -
1965 Flag of Spain 1945 1977.svg Julio Jiménez KAS-Kaskol 133 -
1966 Flag of Spain 1945 1977.svg Julio Jiménez Ford-France–Hutchinson 123 -
1967 Flag of Spain 1945 1977.svg Julio Jiménez Espanha 122 -
1968 Flag of Spain 1945 1977.svg Aurelio González Espanha 96 -
1969 Bélgica Eddy Merckx Faema 155 Mallot groc Maillot amarelo
Mallot verd Pontos
Combinada Combinada
Combatividade Combatividade
1970 Bélgica Eddy Merckx Faema-Faemino 128 Mallot groc Maillot amarelo
Combinada Combinada
Combativitat Combatividade
1971 Bélgica Lucien Van Impe Sonolor-Lejeune 228 -
1972 Bélgica Lucien Van Impe Sonolor 229 -
1973 Flag of Spain 1945 1977.svg Pedro Torres La Casera-Bahamontes 225 -
1974 Flag of Spain 1945 1977.svg Domingo Perurena Kas 161 -
1975 Bélgica Lucien Van Impe Gitane-Campagnolo 342 -
1976 Itália Giancarlo Bellini Brooklyn 170 -
1977 Bélgica Lucien Van Impe Lejeune-BP 244 -
1978 França Mariano Martínez Jobo-Superia 187 -
1979 Itália Giovanni Battaglin Inoxpran 239 -
1980 França Raymond Martin Miko-Mercier-Vivagel 223 -
1981 Bélgica Lucien Van Impe Boston-Mavic 284 -
1982 França Bernard Vallet La Redoute-Motobecane 278 -
1983 Bélgica Lucien Van Impe Metauro Mobili-Pinarello 272 -
1984 Reino Unido Robert Millar Peugeot 284 -
1985 Colômbia Luis Herrera Varta-Café de Colombia-Mavic 440 -
1986 França Bernard Hinault La Vie Claire-Radar 351 Combatividade Combatividade
1987 Colômbia Luis Herrera Varta-Café de Colombia 452 -
1988 Países Baixos Steven Rooks PDM 326 Combinada Combinada
1989 Países Baixos Gert-Jan Theunisse PDM 441 -
1990 França Thierry Claveyrolat RMO 321 -
1991 Itália Claudio Chiappucci Carrera Jeans 312 Combativitat Combatividade
1992 Itália Claudio Chiappucci Carrera Jeans-Tassoni 410 Combativitat Combatividade
1993 Suíça Tony Rominger CLAS-Cajastur 449 -
1994 França Richard Virenque Festina 392 -
1995 França Richard Virenque Festina 438 -
1996 França Richard Virenque Festina 383 Combativitat Combatividade
1997 França Richard Virenque Festina 579 Combativitat Combatividade
1998 França Christophe Rinero Cofidis 200 -
1999 França Richard Virenque Team Polti 279 -
2000 Colômbia Santiago Botero Kelme-Costa Branca 347 -
2001 França Laurent Jalabert Team CSC-Tiscali 258 Combatividade Combatividade
2002 França Laurent Jalabert Team CSC-Tiscali 262 Combativitat Combatividade
2003 França Richard Virenque Quick Step-Davitamon 324 -
2004 França Richard Virenque Quick Step-Davitamon 266 Combativitat Combatividade
2005 Dinamarca Michael Rasmussen Rabobank 185 -
2006 Dinamarca Michael Rasmussen Rabobank 166 -
2007 Colômbia Mauricio Soler Barloworld 206 -
2008 Espanha Carlos Sastre[6] Team CSC-Saxo Bank 80 Mallot groc Maillot amarelo
2009 Espanha Egoi Martínez[7] Euskaltel-Euskadi 135 -
2010 França Anthony Charteau Bbox Bouygues Telecom 143 -
2011 Espanha Samuel Sánchez Euskaltel-Euskadi 108 -
2012 França Thomas Voeckler Europcar 135 -
2013 Colômbia Nairo Quintana Movistar Team 147 Mallot blanc Maillot branco
2014 Polónia Rafał Majka Tinkoff-Saxo 181 -
2015 Reino Unido Chris Froome Team Sky 119 Mallot groc Maillot amarelo
2016 Polónia Rafał Majka Tinkoff 209 -
2017 França Warren Barguil Team Sunweb 129 Combativitat Combatividade
2018 França Julian Alaphilippe Quick-Step Floors 170 -
2019 França Romain Bardet AG2R La Mondiale 86 -
2020 Eslovénia Tadej Pogačar Team UAE Emirates 82 Jersey yellow.svg Geral
Jersey white.svg Camisola juventude
2021 Eslovénia Tadej Pogačar Team UAE Emirates 107 Jersey yellow.svg Geral
Jersey white.svg Camisola juventude


Ciclistas com mais vitórias[editar | editar código-fonte]

Richard Virenque, vencedor 7 vezes da classificação da montanha.
Pos. Nome País Vitórias Anos
1 Richard Virenque  França 7 1994, 1995, 1996, 1997, 1999, 2003, 2004
2 Federico Bahamontes Flag of Spain.svg Espanha 6 1954, 1958, 1959, 1962, 1963, 1964
Lucien Van Impe  Bélgica 6 1971, 1972, 1975, 1977, 1981, 1983
4 Julio Jiménez Flag of Spain.svg Espanha 3 1965, 1966, 1967
5 Felicien Vervaecke  Bélgica 2 1935, 1937
Gino Bartali  Itália 2 1938, 1948
Fausto Coppi  Itália 2 1949, 1952
Charly Gaul  Luxemburgo 2 1955, 1956
Imerio Massignan  Itália 2 1960, 1961
Eddy Merckx  Bélgica 2 1969, 1970
Luis Herrera  Colômbia 2 1985, 1987
Claudio Chiappucci  Itália 2 1991, 1992
Laurent Jalabert  França 2 2001, 2002
Michael Rasmussen  Dinamarca 2 2005, 2006
Rafał Majka  Polónia 2 2014, 2016
Tadej Pogačar  Eslovênia 2 2

Vencedores por país[editar | editar código-fonte]

Pos. País Último vencedor Vitórias
1  França Romain Bardet (2019) 22
2 Flag of Spain.svg Espanha Samuel Sánchez (2011) 17
3  Itália Claudio Chiappucci (1992) 12
4  Bélgica Lucien Van Impe (1983) 11
5  Colômbia Nairo Quintana (2013) 5
6  Dinamarca Michael Rasmussen (2006) 2
 Luxemburgo Charly Gaul (1956) 2
 Países Baixos Gert-Jan Theunisse (1989) 2
 Reino Unido Christopher Froome (2015) 2
 Polónia Rafał Majka (2016) 2
 Eslovênia Tadej Pogačar (2) 2
9 Suíça Tony Rominger (1993) 1

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Tour de France 2011—The Galibier 1911–2011 Arquivado em 20 de julho de 2011, no Wayback Machine..
  2. Tour - WielerArchieven
  3. Tour Xtra: Polka Dot Jersey
  4. [1]
  5. «Site oficial do Tour de França». Consultado em 13 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 28 de fevereiro de 2011 
  6. Bernhard Kohl, melhor escalador inicialmente no [Tour de France de 2008], foi desclassificado por ter dado positivo num controle antidoping e Carlos Sastre, segundo da classificação passou a ganhar a classificação].
  7. Franco Pellizotti, melhor escalador inicialmente em 2009, foi desclassificado per ter uns valores anómalos em seu [/[passaporte biológico.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Grande Prêmio da montanha no Tour de France