Grande Prêmio da montanha no Tour de France

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Maillot da montanha
Grande Prêmio da Montanha
Nome local maillot à pois rouges
História
Primeira edição 1933
Número de edições 80 (até 2019)
Primeiro vencedor Espanha Vicente Trueba
Último vencedor França Romain Bardet
Mais vitórias França Richard Virenque (7)

O Grande Prêmio da montanha do Tour de France é uma classificação secundária do Tour de France que recompensa o ciclista que obtém mais pontos ao passar pelas cimeiras dos diferentes portos de montanha de que consta a carreira. O líder desta classificação recebe o nome de "Rei da montanha", e desde 1975 é recompensado com um maillot de cor branca e pontos vermelhos, em francês chamado maillot à pois rouges.

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro Tour de France disputou-se sem passar por grandes portos de montanha, sina atravessando portos menores. O primeiro foi o Col des Echarmeaux (712 m), na etapa inicial entre Paris a Lyon, no que hoje é o antigo caminho de Autun em Lyon. A etapa de Lyon em Marselha incluiu o Coll da République (1.161 m), também conhecido como o Col de Grand Bois, nas redondezas de St-Etienne. O primeiro grande porto que passou, o Ballon de Alsace (1.178 m ) nos Vosgos, se superou no 1905. Com tudo, os verdadeiros grandes portos de montanha não foram incluídos até 1910, nos Pireneús, quando se superaram pela primeira vez o Col d'Aubisque e o Tourmalet. A ascensão fazia-se por caminhos de ferradura, um repto exigente para bicicletas pesadas, sem mudanças de marchas e conduzidas por homens com os pneus de suplentes ao redor dos seus ombros e a comida, roupa e ferramentas em carteiras penduradas dos manillares. O assistente da organização, Victor Breyer, situou-se à cimeira da Aubisque com o colega que tinha proposto incluir os Pireneús, Alphonse Steinès. Após o sucesso desta edição Desgrange decidiu incluir os Alpes em 1911.

A cimeira mais alta que se subiu nunca tem sido a Cimeira da Bonette-Restefond em 1962, a qual se eleva até os 2 802 m.[4] O final de etapa mais alto foi à cimeira do Galibier na edição do 2011.[1]

Desde o 1905, o diário organizador da volta, L'Équipe denominou um ciclista do Tour de France como meilleur grimpeur, o melhor escalador.[2] Em 1933 Vicente Trueba foi o primeiro vencedor desta classificação. Com tudo, Trueba era muito mau nas descidas, pelo qual nunca ganhou nada de importando apesar de coroar em primeira posição a cimeira. Henri Desgrange, director do Tour de France, decidiu que os ciclistas tinham que receber um prêmio por ter chegado primeiros à cimeira. Assim, a partir de 1934, a diferença entre o primeiro e o segundo ciclista ao passo pela cimeira era transformada numa bonificação de tempo em favor do primeiro. Estas bonificações posteriormente foram retiradas, mas manteve-se o reconhecimento pelo Rei da montanha.[3]

Apesar de que o melhor escalador foi reconhecido pela primeira vez em 1933, o maillot distintivo só se introduziu até 1975. As cores do maillot escolheram-se em função do patrocinador do momento, a marcha de chocolate Poulain, as barras de chocolate das quais tinham um envoltório branco a pontos vermelhos.[4] Todo e a posterior mudança de patrocinador nesta classificação o maillot conservou as cores e inclusive se estendeu a outras provas ciclistas.

Desde 2009, o maillot da montanha está patrocinado pelos hipermercados e supermercados Carrefour e Carrefour Market.[5]

Distribuição dos pontos[editar | editar código-fonte]

Durante as ascensões do Tour, os pontos outorgam-se aos primeiros ciclistas que coroam a cada cimeira. As cumes dividem-se em cinco categorias em função da sua dificuldade e à cada categoria corresponde uma determinada pontuação. As mais fáceis são classificadas de quarta categoria e as mais difíceis de "categoria especial" ou "fora de categoria". Desde a última modificação da pontuação, feita em 2012, a pontuação é a seguinte:

Tipo de cume / Posição 1.º 2.º 3.º 4.º 5.º 6.º 7.º 8.º 9.º 10.º
Fora de categoria 25 20 16 14 12 10 8 6 4 2
1a categoria 10 8 6 4 2 1
2a categoria 5 3 2 1
3a categoria 2 1
4a categoria 1

Vencedores do Grande Prêmio da montanha[editar | editar código-fonte]

Meilleur grimpeur[editar | editar código-fonte]

Entre 1905 e 1932, o diário L'Équipe designou na cada edição ao meilleur grimpeur, melhor escalador, do Tour. Este título não era dado pela organização da carreira e não está reconhecido oficialmente, mas é o precedente directo da classificação da montanha que se instaurou desde 1933.

Grande Prêmio da montanha[editar | editar código-fonte]

Até 1975 o Grande Prêmio da Montanha não tinha nenhum maillot distintivo.

M.rasmussen, com o maillot da montanha o Tour de France de 2006
Ano Nome Equipa Pontos Outros maillots
1933 vínculo= Vicente Trueba Touriste-routier 134 -
1934 Bélgica René Vietto França 111 -
1935 Bélgica Félicien Vervaecke Bèlgica 118 -
1936 vínculo= Julián Berrendero Espanha-Luxemburgo 132 -
1937 Bélgica Félicien Vervaecke Bélgica 114 -
1938 Flag of Italy (1861–1946).svg Gino Bartali Itália 107 Mallot groc Maillot amarelo
1939 Bélgica Sylvère Maes Bélgica 86 Mallot groc Maillot amarelo
1947 Itália Pierre Brambilla Itália 98 -
1948 Itália Gino Bartali Itália 62 Mallot groc Maillot amarelo
1949 Itália Fausto Coppi Itália 81 Mallot groc Maillot amarelo
1950 França Louison Bobet França 58 -
1951 França Raphaël Géminiani França 66 -
1952 Itália Fausto Coppi Itália 92 Mallot groc Maillot amarelo
1953 Flag of Spain (1945–1977).svg Jesús Loroño Espanha 54 -
1954 Flag of Spain (1945–1977).svg Federico Bahamontes Espanha 95 -
1955 Luxemburgo Charly Gaul Luxemburgo 84 -
1956 Luxemburgo Charly Gaul Luxemburgo 71 -
1957 Itália Gastone Nencini Itália 44 -
1958 Flag of Spain (1945–1977).svg Federico Bahamontes Espanha 79 -
1959 Flag of Spain (1945–1977).svg Federico Bahamontes Espanha 73 Mallot groc Maillot amarelo
1960 Itália Imerio Massignan Itália 56 -
1961 Itália Imerio Massignan Itália 95 -
1962 Flag of Spain (1945–1977).svg Federico Bahamontes Margnat–Pomba–d'Alessandro 137 -
1963 Flag of Spain (1945–1977).svg Federico Bahamontes Margnat–Pomba–Dunlop 147 -
1964 Flag of Spain (1945–1977).svg Federico Bahamontes Margnat–Pomba–Dunlop 173 -
1965 Flag of Spain (1945–1977).svg Julio Jiménez KAS-Kaskol 133 -
1966 Flag of Spain (1945–1977).svg Julio Jiménez Ford-France–Hutchinson 123 -
1967 Flag of Spain (1945–1977).svg Julio Jiménez Espanha 122 -
1968 Flag of Spain (1945–1977).svg Aurelio González Espanha 96 -
1969 Bélgica Eddy Merckx Faema 155 Mallot groc Maillot amarelo
Mallot verd Pontos
Combinada Combinada
Combatividade Combatividade
1970 Bélgica Eddy Merckx Faema-Faemino 128 Mallot groc Maillot amarelo
Combinada Combinada
Combativitat Combatividade
1971 Bélgica Lucien Van Impe Sonolor-Lejeune 228 -
1972 Bélgica Lucien Van Impe Sonolor 229 -
1973 Flag of Spain (1945–1977).svg Pedro Torres La Caseira-Bahamontes 225 -
1974 Flag of Spain (1945–1977).svg Domingo Perurena Kas 161 -
1975 Bélgica Lucien Van Impe Gitane-Campagnolo 342 -
1976 Itália Giancarlo Bellini Brooklyn 170 -
1977 Bélgica Lucien Van Impe Lejeune-BP 244 -
1978 França Mariano Martínez Jobo-Superia 187 -
1979 Itália Giovanni Battaglin Inoxpran 239 -
1980 França Raymond Martin Miko-Mercier-Vivagel 223 -
1981 Bélgica Lucien Van Impe Boston-Mavic 284 -
1982 França Bernard Vallet La Redoute-Motobecane 278 -
1983 Bélgica Lucien Van Impe Metauro Mobili-Pinarello 272 -
1984 Reino Unido Robert Milhar Peugeot 284 -
1985 Colômbia Luis Herrera Varta-Café de Colombia-Mavic 440 -
1986 França Bernard Hinault La Vie Claire-Radar 351 Combatividade Combatividade
1987 Colômbia Luis Herrera Varta-Café de Colombia 452 -
1988 Países Baixos Steven Rooks PDM 326 Combinada Combinada
1989 Países Baixos Gert-Jan Theunisse PDM 441 -
1990 França Thierry Claveyrolat RMO 321 -
1991 Itália Claudio Chiappucci Carrera Jeans 312 Combativitat Combatividade
1992 Itália Claudio Chiappucci Carrera Jeans-Tassoni 410 Combativitat Combatividade
1993 Suíça Tony Rominger CLAS-Cajastur 449 -
1994 França Richard Virenque Festina 392 -
1995 França Richard Virenque Festina 438 -
1996 França Richard Virenque Festina 383 Combativitat Combatividade
1997 França Richard Virenque Festina 579 Combativitat Combatividade
1998 França Christophe Rinero Cofidis 200 -
1999 França Richard Virenque Team Polti 279 -
2000 Colômbia Santiago Botero Kelme-Costa Branca 347 -
2001 França Laurent Jalabert Team CSC-Tiscali 258 Combatividade Combatividade
2002 França Laurent Jalabert Team CSC-Tiscali 262 Combativitat Combatividade
2003 França Richard Virenque Quick Step-Davitamon 324 -
2004 França Richard Virenque Quick Step-Davitamon 266 Combativitat Combatividade
2005 Dinamarca Michael Rasmussen Rabobank 185 -
2006 Dinamarca Michael Rasmussen Rabobank 166 -
2007 Colômbia Mauricio Soler Barloworld 206 -
2008 Espanha Carlos Sastre[6] Team CSC-Saxo Bank 80 Mallot groc Maillot amarelo
2009 Espanha Egoi Martínez[7] Euskaltel-Euskadi 135 -
2010 França Anthony Charteau Bbox Bouygues Telecom 143 -
2011 Espanha Samuel Sánchez Euskaltel-Euskadi 108 -
2012 França Thomas Voeckler Europcar 135 -
2013 Colômbia Nairo Quintana Movistar Team 147 Mallot blanc Maillot branco
2014 Polónia Rafał Majka Tinkoff-Saxo 181 -
2015 Reino Unido Chris Froome Team Sky 119 Mallot groc Maillot amarelo
2016 Polónia Rafał Majka Tinkoff 209 -
2017 França Warren Barguil Team Sunweb 129 Combativitat Combatividade
2018 França Julian Alaphilippe Quick-Step Floors 170 -
2019 França Romain Bardet AG2R La Mondiale 86 -

Ciclistas com mais vitórias[editar | editar código-fonte]

Richard Virenque, vencedor 7 vezes da classificação da montanha.
Pos. Nome País Vitórias Anos
1 Richard Virenque  França 7 1994, 1995, 1996, 1997, 1999, 2003, 2004
2 Federico Bahamontes Flag of Spain.svg Espanha 6 1954, 1958, 1959, 1962, 1963, 1964
Lucien Van Impe  Bélgica 6 1971, 1972, 1975, 1977, 1981, 1983
4 Julio Jiménez Flag of Spain.svg Espanha 3 1965, 1966, 1967
5 Felicien Vervaecke  Bélgica 2 1935, 1937
Gino Bartali  Itália 2 1938, 1948
Fausto Coppi  Itália 2 1949, 1952
Charly Gaul  Luxemburgo 2 1955, 1956
Imerio Massignan  Itália 2 1960, 1961
Eddy Merckx  Bélgica 2 1969, 1970
Luis Herrera  Colômbia 2 1985, 1987
Claudio Chiappucci  Itália 2 1991, 1992
Laurent Jalabert  França 2 2001, 2002
Michael Rasmussen  Dinamarca 2 2005, 2006
Rafał Majka  Polónia 2 2014, 2016

Vencedores por país[editar | editar código-fonte]

Pos. País Último vencedor Vitórias
1  França Romain Bardet (2019) 22
2 Flag of Spain.svg Espanha Samuel Sánchez (2011) 17
3  Itália Claudio Chiappucci (1992) 12
4  Bélgica Lucien Van Impe (1983) 11
5  Colômbia Nairo Quintana (2013) 5
6  Dinamarca Michael Rasmussen (2006) 2
 Luxemburgo Charly Gaul (1956) 2
 Países Baixos Gert-Jan Theunisse (1989) 2
 Reino Unido Christopher Froome (2015) 2
 Polónia Rafał Majka (2016) 2
9 Suíça Tony Rominger (1993) 1

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Tour de France 2011—The Galibier 1911–2011 Arquivado em 20 de julho de 2011, no Wayback Machine..
  2. Tour - WielerArchieven
  3. Tour Xtra: Polka Dot Jersey
  4. [1]
  5. «Site oficial do Tour de França». Consultado em 13 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 28 de fevereiro de 2011 
  6. Bernhard Kohl, melhor escalador inicialmente no [Tour de France de 2008], foi desclassificado por ter dado positivo num controle antidoping e Carlos Sastre, segundo da classificação passou a ganhar a classificação].
  7. Franco Pellizotti, melhor escalador inicialmente em 2009, foi desclassificado per ter uns valores anómalos em seu [/[passaporte biológico.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Grande Prêmio da montanha no Tour de France