Grandes Festividades da Igreja Ortodoxa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As Doze Grandes Festividades (em grego: Δωδεκάορτον; em russo: двунадесятые праздники) são as festas cardeais do ano litúrgico ortodoxo (e, semelhantemente, das igrejas católicas orientais de rito bizantino, contando nestas como dias obrigatórios). A celebração da Ressurreição de Jesus, chamada Pascha (Páscoa), é a maior das festividades da Igreja Ortodoxa. Há ainda outras festividades de grande importância no calendário litúrgico, sendo nove fixas e três dependentes do ciclo pascal:

Oito grandes festas têm por tema a vida de Jesus, e quatro a Virgem Maria - a Theotokos.[1][2][3]

  1. A Natividade da Mãe de Deus8 de setembro
  2. A Exaltação da Santa Cruz14 de setembro
  3. A Apresentação da Theotokos21 de novembro
  4. O Natal do Senhor25 de dezembro
  5. A Teofania6 de janeiro
  6. A Apresentação do Senhor2 de fevereiro
  7. A Anunciação25 de março
  8. Domingo de Ramos (domingo antes da Páscoa)
  9. Ascensão (quarenta dias após a Páscoa)
  10. Pentecostes (cinquenta dias após a Páscoa)
  11. A Transfiguração6 de agosto
  12. A Dormição da Theotokos15 de agosto

Adicionalmente, a comemoração do padroeiro da paróquia ou mosteiro individual, se já não uma grande festa, é contada como uma, e celebrada com grande solenidade.

Referências

  1. Mother Mary e Timothy Ware, "The Festal Menaion", p. 41. St. Tikhon's Seminary Press, 1998.
  2. Orthodox Church in America: The Church Year
  3. Orthodox Wiki: Church Calendar