Griqua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Griqua.

Os Griqua são um subgrupo da população mestiça sul-africana, descendentes dos antigos colonos europeus e do povo Khoikhoi que ali viviam e que foram expulsos das suas terras pelos colonos. Actualmente, contam-se mais de trezentos mil, principalmente na província do Cabo Setentrional, em geral falantes do africânder. A sua língua ancestral, praticamente extinta[1], chama-se Xiri, ou por vezes igualmente Griqua.

Durante as suas migrações forçadas, eles deram o seu nome a várias regiões da África do Sul:

  • Griqualand West ou Gricualândia Ocidental[2] encontra-se perto de Kimberley e tornou-se importante quando aí foram encontrados diamantes.

Adam Kok III - Griqua Captain - 1848.jpg Adam Kok III, Kaptein dos Griquas, 1848.

Referências

  1. Xiri no Ethnologue
  2. a b Fernandes, Ivo Xavier (1941). Topónimos e Gentílicos. I. Porto: Editora Educação Nacional, Lda. 
  3. Xhosa no Ethnologue

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]