Grylloidea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaGrylloidea
Ocorrência: Triassic - Recent 230–0 Ma
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropode
Subfilo: Hexapoda
Classe: Insecta
Ordem: Orthoptera
Subordem: Ensifera
Families
see text

Grylloidea é uma superfamília de insetos da ordem Orthoptera. Ele inclui os grilos, as paquinhas, os grilos escamosos e os grilos-formiga, além de duas famílias conhecidas somente a partir de fósseis. Foi descrita originalmente em monografias de Henri (1877) e Saussure (1878).[1]

Grylloidea data do período Triássico e contém cerca de 3.700 espécies conhecidas, em cerca de 528 gêneros, bem como 43 espécies extintas e 27 gêneros extintos. [2]

Características[editar | editar código-fonte]

As características que distinguem grilos na superfamília Grylloidea de outros Ensiferas são: antenas filiformes, três segmentos do tarso, cerco tátil delgado na ponta das cerdas sensoriais do abdômen e bulbosas no cerco. Eles são os únicos insetos a compartilhar esta combinação de características. O termo grilo é muito, mas vagamente, usado para descrever qualquer inseto parecido com um grilo na ordem Ensifera, sendo aplicada a grilos de arbusto (Tettigoniidae), grilos jerusalém (Stenopelmatus), grilos camelo e grilos das cavernas e wetas (Anostostomatidae) e os parentes destes. Todos esses insetos têm quatro segmentos do tarso e são provavelmente mais estreitamente relacionados entre si do que com os verdadeiros grilos, Gryllidae. [2]

O corpo é cilíndrico na maioria deles, mas em alguns, é oval. As antenas são compridas e filiformes, exceto na família Gryllotalpidae em que elas são muito mais curtas. As placas do esterno são planas, sem adornos com abas ou espinhas. O tarso possui três segmentos e a tíbia da perna dianteira carrega os órgãos timpanais de detecção de som. As asas anteriores dos machos ostentam o órgão estridulatório, com um som que é criado quando uma estrutura semelhante a uma lima é friccionada por uma outra estrutura semelhante a um raspador. Há dois cercos na ponta do abdômen e não existe um estilete na placa subgenital. No Gryllotalpidae, os membros anteriores são modificados para cavar e os membros posteriores para corrida.[3]

Classificação[editar | editar código-fonte]

As famílias a seguir estão dentro dessa superfamília.[4]

Referências

  1. Sultana, Riffat; Sanam, Surriya; Kumar, Santosh; R, Sheik Mohammad Shamsudeen; Soomro, Fakhra (15 de dezembro de 2021). «A review of Gryllidae (Grylloidea) with the description of one new species and four new distribution records from the Sindh Province, Pakistan». ZooKeys: 1–33. ISSN 1313-2989. PMC 8695564Acessível livremente Verifique |pmc= (ajuda). PMID 35035253 Verifique |pmid= (ajuda). doi:10.3897/zookeys.1078.69850. Consultado em 17 de fevereiro de 2022 
  2. a b Vincent H. Resh; Ring T. Cardé (2009).
  3. Knud Th Holst (1986).
  4. "Superfamily Grylloidea - Laicharting, 1781".