Haji Mohammad Chamkani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Haji Mohammad Chamkani
Nascimento 1947
Paghman
Morte 2012 (65 anos)
Cabul
Cidadania Afeganistão
Ocupação político
Religião Sunismo

Haji Mohammad Chamkani é um político do Afeganistão, que ocupou o cargo de presidente interino do Afeganistão durante o período da República Democrática do Afeganistão, apoiada pelos soviéticos. Anteriormente, atuou como vice-presidente durante o governo de Babrak Karmal.[1]

[2]

Ele alcançou a posição após a renúncia de Babrak Karmal.[1] Um político sem partido, líder tribal com poder e conexões nas principais áreas de províncias limítrofes com o Paquistão, sua influência se estendeu dentro do Paquistão também. No entanto, Mohammad Najibullah esteve no comando do país, devido a suas poderosas posições de Diretor do KHAD e secretário-geral do Partido Democrático Popular do Afeganistão. Foi durante seu mandato que a União Soviética indicou disposição de negociar e retirar parte das suas tropas do Afeganistão. Seu mandato também foi marcado pela criação de uma nova Constituição.

Referências

  1. a b "Afghan Tribal Leader Named Acting President." (24 November 1986). The New York Times. Section A.
  2. Ed 2002 43rd, Taylor & Francis Group. The Europa World Year Book 2003. [S.l.]: Google Books 
Cargos políticos
Precedido por
desconhecido
Vice-presidente do Afeganistão
desconhecido - 1986
Sucedido por
desconhecido
Precedido por
desconhecido
Vice-presidente do Afeganistão
1987 - 1990
Sucedido por
Sultan Ali Keshtmand
Precedido por
Babrak Karmal
Presidente do Afeganistão
1986 – 1987
Sucedido por
Mohammad Najibullah