Hamad bin Khalifa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hamad bin Khalifa Al Thani
Emir do Qatar
Hamad bin Khalifa Al Thani.jpg
Reinado 27 de junho de 199525 de junho de 2013
Coroação 27 de junho de 1995
Antecessor(a) Khalifa bin Hamad Al Thani
Sucessor(a) Tamim bin Hamad al-Thani
 
Herdeiro Tamim bin Hamad al-Thani
Casa Real Casa de Thani
Dinastia Al-Thani
Nome completo
الشيخ حمد بن خليفة آلثاني
Nascimento 1 de janeiro de 1952 (64 anos)
Doha,  Catar
Cônjuge(s) Mariam bint Muhammad
Mozah bint Nasser Al Missned
Sheikha Noora bint Khalid
Pai Khalifa bin Hamad Al Thani

Hamad bin Khalifa Al-Thani GColIH (em árabe: الشيخ حمد بن خليفة آلثاني; Doha, 1 de janeiro de 1952) foi o Emir do Qatar de 27 de junho de 1995 a 25 de junho de 2013, após ter deposto o seu pai, Khalifa bin Hamad Al Thani, em um golpe de estado sem derramamento de sangue, sendo o até então Xeque Hamad coroado em 20 de junho de 2000. [1] [2] A sua segunda esposa é Mozah bint Nasser Al Missned.

É graduado na Real Academia Militar de Sandhurst, no Reino Unido. Em 1971, foi proclamado príncipe herdeiro em 1977 e, ao mesmo tempo, foi nomeado Ministro da Defesa. No início da década de 1980, dirigiu o Conselho Supremo de Planejamento, que define a base política, econômica e social do Catar. Desde 1992, o Xeque Hamad foi selecionado para o Conselho do Qatar e encarregou de gerenciar os assuntos do dia a dia do país. Ele também dirigiu a modernização do Catar, bem como os vastos recursos da indústria de petróleo e gás natural. Enquanto o seu pai, o emir Khalifa bin Hamad Al Thani, estava a viagem em Genebra, na Suíça, ele derrubou-o em um golpe sem mortos em 1995 e iniciou um processo de modernização do país.

Hamad Al Thani é conhecido no Ocidente por ter fornecido um local e ter financiado para a famosa rede de televisão Al Jazeera. Por esta razão, o emir foi criticado pelo governo dos Estados Unidos supostamente por "tomar lados" na Guerra do Iraque e no conflito entre Israel e Palestina.

No entanto, Hamad foi o mais fiel aliado dos EUA no Oriente Médio e o Catar é lar de campi de universidades americanas no Oriente Médio por um projeto inovador da Fundação de educação da cidade, controlada pela segunda esposa do emir, Mozah bint Nasser Al Missned.

A 20 de abril de 2009 foi agraciado com o Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique de Portugal.[3]

Em junho de 2013, abdicou em seu filho Tamim bin Hamad al-Thani, o novo chefe de estado. [4] [5]

Referências

  1. http://www.csmonitor.com/2007/0305/p20s01-wome.html/(page)/2
  2. Harman, Danna (March 5, 2007). «Backstory: The royal couple that put Qatar on the map». Christian Science Monitor [S.l.: s.n.] Consultado em 10 November 2010. 
  3. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Hamad bin Khalifa". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 2016-04-11. 
  4. http://internacional.elpais.com/internacional/2013/06/24/actualidad/1372084710_387137.html
  5. http://www.royalark.net/Qatar/qatar7.htm
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.