Hans von Pechmann

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hans von Pechmann
Química orgânica
Nacionalidade Alemanha Alemão
Residência  Alemanha
Nascimento 1 de abril de 1850
Local Nürnberg
Morte 19 de abril de 1902 (52 anos)
Local Tübingen
Atividade
Campo(s) Química orgânica
Instituições Universidade de Munique, Universidade de Tübingen
Alma mater Universidade de Greifswald
Orientador(es) Heinrich Limpricht
Orientado(s) William Hobson Mills, Julius Berend Cohen
Conhecido(a) por Diazometano

Hans von Pechmann (Nürnberg, 1 de abril de 1850Tübingen, 19 de abril de 1902) foi em químico alemão.

Conhecido pela descoberta do diazometano, em 1894,[1] [2] condensação de Pechmann[3] [4] e pirazol.[5] Foi o primeiro a preparar 1,2-dicetonas (por exemplo, diacetila), ácido acetonodicarboxílico, metilglioxal e difeniltricetona; estabeleceu estrutura simétrica da antraquinona.

Von Pechmann também descobriu por acaso plásticos polietileno em 1898, quando aquecendo diazometano.

Após ter sido aluno de Heinrich Limpricht na Universidade de Greifswald, foi professor na Universidade de Munique até 1895. Foi professor na Universidade de Tübingen de 1895 até falecer em 1902.[6]

Referências

  1. H. v. Pechmann. (1894). "Ueber Diazomethan". Chemische Berichte 27 (2): 1888–1891. DOI:10.1002/cber.189402702141.
  2. H. v. Pechmann. (1895). "Ueber Diazomethan". Chemische Berichte 28 (1): 855–861. DOI:10.1002/cber.189502801189.
  3. H. v. Pechmann, Carl Duisberg. (1883). "Ueber die Verbindungen der Phenole mit Acetessigäther". Chemische Berichte 16 (1): 2119–2128. DOI:10.1002/cber.188301602117.
  4. H. v. Pechmann. (1884). "Neue Bildungsweise der Cumarine. Synthese des Daphnetins". Chemische Berichte 17 (1): 929–936. DOI:10.1002/cber.188401701248.
  5. H. v. Pechmann. (1898). "Pyrazol aus Acetylen und Diazomethan". Chemische Berichte 31 (3): 2950–2951. DOI:10.1002/cber.18980310363.
  6. (1903) "Hans von Pecimann". Chemische Berichte 36: 4417. DOI:10.1002/cber.190303604134.
  • Partington, J. R. A History of Chemistry. Macmillan: 1964; vol. 4, p. 838-839.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.