Heinz Christian Pander

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Embrião de galinha mostrando os primeros sintomas da circulação sanguínea. Desenhado por D'Alton para ilustrar a obra de Pander "Beiträge zur Entwicklungsgeschichte des Hühnchens im Eye", Brönner, Würzburg (1817)

Heinz Christian Pander (Riga, 24 de julho de 1794-1865) foi um biólogo russo. Junto com karl Ernst von Baer e Martin Heinrich Rathke é considerado um dos fundadores da embriologia moderna.

As pesquisas de Pander sobre o desenvolvimento dos pássaros foram fundamentais para o triunfo do epigenetismo sobre o preformismo. Pander foi o primeiro que formulou a teoria dos folhetos embrionários, introduzindo o próprio termo "folheto embrionário" ("Keimblatt"), assim como o termo "blastoderme" ("Keimhaut").

Além disso, Pander descreveu numerosas formações geológicas da era primária e identificou vários grupos de fósseis.

Ambas as linhas de investigação eram para Pander manifestações de um mesmo fenômeno: a metamorfose dos seres orgânicos, manifestada tanto no desenvolvimento individual como na transformação das espécies. Foi, portanto, o primeiro naturalista em estabelecer um pararelismo entre o desenvolvimento ontogenético, a filogenia e o registro paleontológico.

Embora não compreendida totalmente na sua época, a obra embriológica de Pander foi em geral muito bem recebida, considerando-se a mais importante desde a de Wolff.

Sua obra "Vergleichende Osteologie" foi também bem recebida - Goethe a descreve laudatoriamente em sua "Morfologia" (1822) - e foi muito conhecida ao longo de todo o século XIX.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • (1817). "Dissertatio inauguralis sistens historiam metamorphoseos, quam ovum incubatum prioribus quinque diebus subit", Nitribitt, Würzburg.
  • (1817). "Beiträge zur Entwicklungsgeschichte des Hühnchens im Eye", Brönner, Würzburg.
  • (1818). "Entwickelung des Küchels". Isis, oder enzyklopädische
  • (1818). "Riesenfaulthier (Megatherium)". Isis, oder enzyklopädische.
  • (1821). "Die vergleichende Osteologie. 1. Das Riesenfaulthier, Bradypus giganteus, beschrieben, und mit den verwandten Geschlechtern verglichen". Weber, Bonn.
  • (1824). "Die vergleichende Osteologie. 6. Die Skelete der Nagethiere". Weber, Bonn.
  • (1830). "Beyträge zur Geognosie des russischen Reiches". Kray, São Petersburgo.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Schmitt, S. (2005) "From eggs to fossils: epigenesis and transformation of species in Pander’s biology", Int. J. Dev. Biol
  • Ernst Loesch: Heinrich Christian Pander, sein Leben und seine Werke: eine biographische Studie, Leipzig: Thieme, 1920
  • Boris E. Raikov: Christian Heinrich Pander, ein bedeutender Biologe und Evolutionist, Frankfurt am Main: Kramer, 1984, ISBN 3-7829-1097-4
  • Les textes embryologiques de Christian Heinrich Pander (1794 - 1865) (hrsg. v. Stéphane Schmitt), Turnhout: Brepols, 2003, ISBN 2-503-52180-0

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.