Hermógenes (filósofo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Hermógenes (Greek: Ἑρμογένης) viveu nos séculos V e IV a.C. e era filho de Hipônico e irmão de Cálias III, pertencentes à abastada família Cálias.

"Quem fica deitado pode não cair, mas não aprende a andar."[1]

"O viajante nunca está só. Anda com ele o desejo de chegar."[2]

—Hermógenes, filósofo grego.

É apresentado por Platão no seu diálogo "Cratylus" como um dos interlocutores, afirmando que todas as palavras de uma língua eram formadas por uma pacto de pessoas entre elas. Diógenes Laércio afirma que ele foi um dos professores de Platão. No entanto, é o único a fazê-lo e devido ao Cratylus apercebemo-nos de que Hermógenes não era um homem talentoso, conhecendo somente o básico dos elementos da filosofia. Apesar de pertencer à grande família de Cálias II, é mencionado por Xenofonte como sendo um homem com poucos bens, o que pode significar que era filho ilegítimo de Hipônico. Platão sugere que ele foi injustamente privado dos seus bens pelo seu irmão.

Referências

  1. UOL Mais. «Para Ler e Refletir». Consultado em 28 de janeiro de 2012. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  2. André Prado. «Gotas Poéticas». Consultado em 28 de janeiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]