Hidrocloreto de poli-hexametileno guanidina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde dezembro de 2009).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2009). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hidrocloreto de poli-hexametileno guanidina
Star of life caution.svg Aviso médico
Nome IUPAC (sistemática)
Hidrocloreto de polihexametileno guanidina (PHMG)
Identificadores
CAS 57028-96-3
ATC ?
PubChem ?
Informação química
Fórmula molecular ?
Massa molar ?
Sinónimos polyhexamethylene guanidine hydrochloride
Poly(hexamethylendiamine guanidinium chloride)
Polihexametileno guanidina hidroclorado
Dados físicos
Densidade 1,05 +/- 0,01 g/cm3
Solubilidade em água 280 g/L[1], sendo totalmente solúvel em água, álcoois, glicóis, éteres de glicol mg/mL (20 °C)
Farmacocinética
Biodisponibilidade ?
Metabolismo ?
Meia-vida ?
Excreção ?
Considerações terapêuticas
Administração ?
DL50 ?

O Hidrocloreto de polihexametileno guanidina (PHMG) é um polímero da família das guanidinas que actua como biocida, ou seja, é uma substância activa utilizada para destruir, neutralizar, impedir ou prevenir a acção de organismos vivos indesejados ou nocivos.[2]

A substância resulta da policondensação de Cloridrato de guanidina(GHC) em hexametilenodiamina (HMDA) e contém grupos de aminoácidos que a torna um poderoso anti-séptico. Este produto foi descoberto através da associação da nanotecnologia à área química, onde se chegou a um desinfectante em larga escala a partir de pequenos átomos.

A boa solubilidade em água, a ausência de odor e a ausência de agressividade para diversos materiais, são características deste polímero que aumentam a sua gama de aplicação.

O princípio activo PHMG encontra-se catalogado na Comissão Reguladora da Comunidade Europeia como biocida para o uso em contacto com alimentos, higiene veterinária, áreas de saúde públicas e privadas, tratamento de águas, entre outras. (Directiva 98/8/EC do Parlamento Europeu).

Os desinfectantes, cujo princípio activo é o PHMG, apresentam inúmeras vantagens e já se encontram a ser comercializados em Portugal. O PHMG é aplicado com recurso a uma técnica específica e a equipamentos de pulverização de nova geração.

Principais Caracteristicas:'[editar | editar código-fonte]

  • Baixa Toxicidade;
  • Grande resistência à temperatura;
  • Amplo espectro de acção como biocida;
  • Altamente solúvel em água;
  • Isento de odor e cor;
  • Não mutagénico (Teste de Ames negativo);
  • Sem efeitos corrosivos;
  • Não causa alergias;
  • Livres de metais pesados e Compostos Orgânicos Voláteis;

Mecanismo de acção:'[editar | editar código-fonte]

O PHMG é um polímero que possui cargas positivas sequenciais que neutralizam as cargas negativas dos fosfolipidos, constituintes da membrana celular externa das bactérias, levando à ruptura da mesma com saída do citoplasma. Assim as camadas protectoras da bactéria são desintegradas, provocando a sua morte e a eliminação de todo o seu material com capacidade de mutação ou replicação.

A membrana celular é a estrutura que delimita estas células sendo composta por uma camada de fosfolípidos. Os fosfolípidos são moléculas anfipáticas, isto é, possuem uma cabeça constituída pelo grupo fosfato, que é polar ou hidrofílica (com afinidade para a água), e uma cauda constituída pelas cadeias de ácidos gordos apolar ou hidrofóbica (repele a água). Assim sendo, cada membrana é constituída por uma dupla camada fosfolipídica, organizada de modo a que as cabeças hidrofílicas (fosfatos polares) fiquem viradas para o lado exterior da membrana e as caudas hidrofóbicas (ácidos apolares) para o interior.

Como foi referido anteriormente, o PHMG é um polímero com cargas catiónicas (positivas) sequenciais na sua estrutura. Essas cargas positivas unem-se às cargas negativas dos fosfolípidos, tornando assim neutras.

Desta forma ocorre destabilização da membrana celular afectando toda a estrutura da célula. Com o rompimento da membrana celular o citoplasma sai da célula provocando a sua morte. Visto que as células bacterianas não possuem núcleo, estando por isso o seu material genético disperso no citoplasma, o ataque do mesmo por parte deste desinfectante elimina todo o material com capacidade de mutação ou replicação.

Aplicações:'[editar | editar código-fonte]

Este biocida pode ser utilizado se forma segura e eficaz em desinfecção de alimentos, água, superfícies e ambientes. Já é utilizado com sucesso na desinfecção de áreas de higiene e saúde, veículos de transporte, cozinhas, industria alimentar, criadores e matadouros, desinfecção de água para consumo e para recreio, agricultura, entre muitos outros.

Além de agente desinfectante, a sua permanência nas superfícies entre 7 a 10 dias, tanto em superfícies contaminadas como descontaminadas, confere-lhe a propriedade de agente protector. Ou seja, confere ao meio onde é aplicado, imunidade aos agentes patogénicos referidos, durante o período de tempo indicado, consoante as propriedades e características do meio.

A sua actuação é bastante rápida, comparativamente com outros produtos, bastando 5 minutos para eliminar grande parte das bactérias e 30 minutos para garantir uma desinfecção totalmente eficaz.

Microrganismos cuja eficiência do PHMG está comprovada:'[editar | editar código-fonte]

Fungos[editar | editar código-fonte]

  • Aspergillus Níger;
  • Candida albicans;
  • Mycrosporum ferrugineum;
  • Trichophyton crateriform;
  • Trichophyton cypseum;
  • Trichoderma virige;
  • Trichodermaharzianum Trichodermalongibrachiatum;
  • Epidermaphiton rubrum.

Vírus[editar | editar código-fonte]

  • Poliovirus;
  • Adenovirus;
  • Hepatisis viruses;
  • HIV;
  • Parvo vírus;
  • Influenza,
  • H5N5;
  • H1N1.

Bactérias[editar | editar código-fonte]

  • Escherisia.coli;
  • Peseudomonas aeruginosa;
  • Staphylococcus aureus;
  • Salmonella typhimurium;
  • Mycobacterium tuberculosis Closridium difficile;
  • Bacillus substils Enterobacteria spp. Cambylobacter jejuni Clavibacter;
  • Michiganes Enerococcus faecalis;
  • Proteus spp Pseudomonas aerugiosa Staphylococcus epidermidis;
  • Salmonella infantis Stenotrophamanas maltaphilia;
  • Shigella spp,
  • Yersinia enterocolitica.

Seguro para a Saúde e para o Ambiente:'[editar | editar código-fonte]

Uma das grandes vantagens deste biocida é a sua alta eficiência a baixas concentrações. É utilizado diluído em água, em baixas concentrações, o que lhe confere uma toxicidade praticamente nula. O PHMG apresenta valores de MIC (Concentração Inibitória Mínima) bastante inferiores a outros princípios activos utilizados no mercado, tanto na eliminação de algas como de microorganismos.

Além de ser dificilmente absorvido pela pele humana, às concentrações a que este princípio activo se utiliza, é facilmente removido do corpo humano, sendo facilmente eliminado na urina, aquando a ingestão de alimentos desinfectados pelo mesmo.

Contrariamente a outros agentes desinfectantes com base de cloro ou per-ácidos, o PHMG, permite a sua utilização em superfícies de madeira, metálicas e plásticas, pois não é corrosivo nas concentrações de utilização.

Outro factor de destaque neste desinfectante é a ausência de metais pesados, que contaminam todo um ecossistema e são prejudiciais aos organismos dos seres vivos, e derivados fenólicos, que contaminam os solos e são altamente tóxicos.

Vantagens do PHMG em relação aos desinfectantes mais utilizado:'[editar | editar código-fonte]

Uma das grandes vantagens da utilização do PHMG como principio activo é o facto de este não conter álcool na sua estrutura química. O álcool apresenta uma volatilidade elevada o que o leva a evaporar facilmente, tendo um tempo de acção bastante reduzido. Além de ser agressivo para a pele, altamente inflamável e corrosivo para alguns materiais, o álcool fica inibido da acção desinfectante na presença de matéria orgânica que, quando à superfície do material a ser desinfectado, funciona como uma barreira mecânica à acção do álcool sobre os microrganismos.

Por outro lado o PHMG permanece activo sobre as superfícies, mantém a sua acção mesmo na presença de material orgânico (sujidade), não é nocivo para a pele nas concentrações utilizadas e não é corrosivo.

Referências

  1. «Material Safety Data Sheet» (PDF). SK Chemicals. 2 December 2002. Consultado em 3 May 2016  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  2. Walczak et al 2014, p. 1722.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]