Hipótese higiénica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em medicina, a hipótese higiénica é uma hipótese que argumenta que a falta de exposição durante a infância a agentes infeciosos, microorganismos ou parasitas aumenta a suscetibilidade a doenças alérgicas ao impedir o desenvolvimento natural do sistema imunitário.[1]

Referências

  1. The Evolution & Medicine Review. «Reconstituting the depleted biome to prevent immune disorders». Consultado em 19 de maio de 2014