Hui (povo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hui
Chineses huis
População total

10 586 087 (2011)

Regiões com população significativa
noroeste da China (Ningxia, Gansu, Qinghai, Xinjiang)
Línguas
Língua mandarim
língua dungan
língua persa
outras línguas chinesas
Religiões

O povo hui (em língua mandarim: 回族; pinyin: Huízú; Xiao'erjing: حُوِ ذَو) é um grupo étnico chinês tipicamente distinto pela sua prática do Islão.[1] Hui é a abreviação do nome completo Huihui (回回); formam um dos 56 grupos étnicos oficialmente reconhecidos pela República Popular da China.[2]

Concentram-se no noroeste da China (Ningxia, Gansu, Qinghai, Xinjiang), mas existem comunidades espalhadas por todo o país.

A maioria dos huis é semelhante em cultura à etnia han com a exceção da prática do Islão, e tendo algumas características culturais distintas como resultado. Por exemplo, como muçulmanos, seguem as leis alimentares islâmicas e rejeitam o consumo de porco, a segunda carne comum mais consumida na cultura chinesa (sendo galinha a principal), tendo dado origem à sua variação da cozinha chinesa (a cozinha islâmica chinesa) e às artes marciais chinesas muçulmanas. O seu modo de vestir difere igualmente apenas nos chapéus brancos que os homens usam e nos véus ou lenços na cabeça que as mulheres usam, como é o caso da maioria das culturas islâmicas.

Homem hui.

Referências

  1. Gladney 1996, p. 20.
  2. Gladney 1996, p. 18; or Lipman 1997, pp. xxiii-xxiv
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.