Hulagu Khan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde março de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hulagu
Hulagu e sua esposa Docuz Catum segundo pintura de Raxide Adim de Hamadã, começo do século XIV
Nascimento 1217
Morte 8 de fevereiro de 1265 (48 anos)
Maragha
Cidadania Mongólia, Dinastia Yuan
Progenitores Mãe:Sorkaktani
Pai:Tolui
Filho(s) Abaca Khan, Tekuder
Irmão(s) Kublai Khan, Mongke Khan, Yesubuhua, Dumugan, Arik Böke, Hududu, Bochuo, Moge, Suigedu, Xuebietai
Ocupação
Religião Cristianismo nestoriano, depois budismo

Hulagu Cã (também conhecido como Hülegü, Hulegu e Halaku) (1217; 8 Fevereiro 1265) era um imperador mongol que conquistou muito do sudoeste asiático. Neto de Gengis Cã e irmão de Arik Böke, Mongke e Cublai, ele se tornou o primeiro cã (imperador mongol) do Ilcanato.

Vida[editar | editar código-fonte]

Conquistas[editar | editar código-fonte]

Estabeleceu sua capital em Tabriz, uma cidade que na época pertencia à Armênia e, de lá, terminou as conquistas. Em 1256, iniciou a conquista da Pérsia, destruindo a Ordem dos Assassinos. Dois anos mais tarde suas tropas destruíram Bagdá, pondo um fim ao Califado Abássida.[1] Em seguida entrou em atrito com o Sultanato Mameluco do Cairo, invadindo a Síria, em 1259. No mesmo ano, seu irmão Mongke, o cã na época, faleceu na Mongólia, e isso abre uma disputa sucessória entre seus irmãos Arik Böke e Cublai, vencida 4 anos mais tarde pelo último.

Em 1260, quando soube que Cublai havia sido escolhido o novo grande cã, reafirmou sua posição de imperador na Pérsia e tornou-se um grande súdito e aliado do irmão. Por ter-se envolvido com as disputas sucessórias de seus irmãos, Hulagu deixou forças mínimas na Síria, sob o cuidado de seu general Quitbuca. Isto se tornou de conhecimento dos mamelucos, que o venceram na Batalha de Aim Jalute e em seguida o expulsaram da Síria e Palestina. Hulagu não foi capaz de vingar sua derrota em Aim Jalute, e a fronteira oeste de seus domínios ficou confinada ao atual Iraque.

Guerra contra Berke[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Guerra Berke-Hulagu

Em 1262, o Canato da Pérsia enfrentou um grande problema na fronteira norte. Berke, cã da Horda de Ouro, muçulmano, ficou enfurecido com a destruição do Califado Abássida. O próprio fez uma aliança com os mamelucos e havia apoiado Arik Böke para suceder Mongka, enquanto que Hulagu apoiou Cublai. Sob a liderança de Nogai (que em 1259 liderou um novo ataque mongol contra Lituânia e Polônia), as tropas da Horda de Ouro invadiram o Cáucaso e Hulagu teve de desviar muitas de suas forças para conter Berke, dessa forma não podendo vingar sua derrota em Aim Jalute. A guerra, inconclusiva para os dois lados, durou até 1266, e em meio a ela Hulagu e Berke morreram. O primeiro em 1265 e o segundo em 1266. Hulagu foi sucedido por seu filho Abaca.

Referências

Precedido por
nenhum
Ilcanato
12561265
Sucedido por
Abaca
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.