Abaca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Abaqa a cavalo.

Abaka Khan (1234 - 1282) foi o segundo khan do Ilcanato. Bisneto de Gengis Khan, filho de Hulagu Khan, sucedeu ao pai em 1265, após seu falecimento, e consolidou os domínios do Ilcanato.

Política externa[editar | editar código-fonte]

Desastre de Mari em 1266.
1281 - a batalha de Homs.

Nos dois primeiros anos de seu reinado teve de enfrentar a Horda de Ouro. Em janeiro de 1267, Berke, governante da Horda de Ouro, morre em meio ao conflito, e a guerra termina. No entanto, em 1270, sofre uma tentativa de invasão por parte de Barak Khan, líder do Canato de Djaghatai. Este invadiu a parte leste do Irã, mas foi contido por Abaka em uma batalha em Herat. Abaka ainda enviou embaixadas ao Papa Gregório X e a Eduardo I da Inglaterra com o intuito de criar uma aliança contra os mamelucos. Tal aliança não foi feita, já que ambos não responderam a sua proposta. Em 1281 promoveu uma segunda investida mongol contra a Síria, que foi detida próxima de Homs pelos mamelucos.

Política interna[editar | editar código-fonte]

Dentro de seus domínios, Abaka tentou converter a população iraniana ao Budismo. No entanto tal política gerou revoltas por parte da população, ainda mais revoltada pelo fato de seu governante ser budista. Os revoltosos então começaram a matar e perseguir os monges budistas. O Nestorianismo também foi incentivado em seu governo. Em seu reinado a cidade de Bagdá foi reedificada após a destruição de 1258.

Precedido por
Hulagu Khan
Ilcanato
12651282
Sucedido por
Tekuder

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Abaca Khan.
  • Dicionário Universal Ilustrado, Ed. João Romano Torres & Cª.1911.
  • Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Abaca