Hyelaphus porcinus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaHyelaphus porcinus
Indian hog deer.jpg

Estado de conservação
Espécie em perigo
Em perigo
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Cervidae
Género: Hyelaphus
Espécie: Hyelaphus porcinus
Zimmermann, 1780)
Sinónimos
Axis porcinus

O cervo-porco-indiano (Hyelaphus porcinus) é um pequeno cervídeo nativo de Bangladesh, China, Índia, Nepal, Paquistão e Tailândia. Foi introduzido na Austrália[1] e no Sri Lanka.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Seu nome vulgar provém da maneira que corre - ao trotar, o cervo-porco-indiano mantém sua cabeça abaixada, como um porco, passando por debaixo de obstáculos, em vez de pular sobre eles como a maioria dos demais cervos. Porém, saltos também são realizados, sempre que mais viáveis. Durante o pulo, a cauda se ergue, exibindo a região de pelo branco existente sob ela.

Descrição física[editar | editar código-fonte]

Macho jovem em Assam

A pelagem do cervo-porco-indiano é bastante espessa e uniformemente marrom-escura no inverno, exceto na barriga e nas pernas que são de cor mais clara. No final da primavera, a mudança para um tom avermelhado começa, embora isso possa variar entre os indivíduos. Muitos cervos mostram uma faixa dorsal escura. No verão, geralmente há uma fileira uniforme de manchas coloridas ao longo de cada lado da faixa dorsal dos ombros até o traseiro. A cauda é bastante curta e marrom, mas com ponta de branco. O veado pode eriçar os cabelos caudais em uma exibição distinta de alarme.

Fêmea amamentando em Kaziranga, na Índia

A tabela abaixo indica alguns dados acerca da espécie:

Altura até os ombros, em média Massa corporal, aproximada Chifres
Fêmeas 61 cm 30 kg Ausentes
Machos 70 cm 50 kg Pesentes

Comportamento[editar | editar código-fonte]

Durante a época de acasalamento, não ocorre a formação de haréns, de modo que os machos podem cortejar ou defender as fêmeas a qualquer momento. Ao se encontrarem, machos rivais pisoteiam o chão. Indivíduos do sexo masculino tendem a ser territorialistas e agressivos em demasia.

Predadores[editar | editar código-fonte]

Os principais predadores são tigres, leopardos e dholes. Às vezes, é pretado também por pítons e leopardos-nebulosos.[2]

Referências

  1. Bentley, A (1967), An Introduction to the Deer of Australia.
  2. Grassman Jr., L. I.,Tewes, M. E., Silvy, N. J., Kreetiyutanont, K. (2005). Ecology of three sympatric felids in a mixed evergreen forest in North-central Thailand. Journal of Mammalogy 86: 29–38.