Iáia ibne Maomé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Iáia I.
Iáia ibne Maomé
Califa idríssida
Reinado janeiro de 849-863
Antecessor(a) Ali I
Sucessor(a) Iáia II
 
Casa idríssida
Morte 863
  Fez
Pai Maomé I
Religião Islamismo xiita zaidita

Iáia ibne Maomé (em árabe: يَحيَى بن مُحَمَّد; romaniz.: Yahya ibn Muhammad), também chamado Iáia I, foi califa do Califado Idríssida do Magrebe que reinou de 849 até 863. Foi antecedido no trono por Ali I, seu irmão, tendo-lhe seguido seu filho Iáia II.

Vida[editar | editar código-fonte]

Iáia era filho e irmão dos califas Maomé I (r. 828–836) e Ali I (r. 836–849) e pai de Iáia. Com a morte de seu irmão em janeiro de 849, sucedeu-o como califa. Em seu pacífico reinado, várias pessoas vindas do Alandalus e Ifríquia se assentaram em Fez, que recebeu muitos edifícios novos, como suas grandes mesquitas, edificadas em 859. Iáia morreu em 863 e foi sucedido por seu filho.[1]

Referências

  1. Eustache 1998, p. 1035.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Eustache, D. (1998). «Idrisids». In: Lewis, B.; Ménage, V. L.; Pellat, Ch.; Schacht, J. The Encyclopaedia of Islam - Vol. III - H-Iram. Leida: Brill