Ictiose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ictiose
Ichthyosis is characterized by rough, scaly skin.
Especialidade genética médica
Classificação e recursos externos
DiseasesDB 6646
MeSH D007057
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Ictiose (do grego ichthys, peixe) ou doença da escama de peixe é um grupo de doenças da pele hereditária incomuns caracterizados por pele ressecada, endurecida, seca e escamosa. É causada por um defeito no processo de regeneração da pele, pelos e unhas resultando no acúmulo de pele velha. Além dos humanos, também afeta animais como cachorros, ratos e vacas.[1]

Causas[editar | editar código-fonte]

A ictiose geralmente é um distúrbio hereditário. Existem muitos tipos de ictiose, com aparências diferentes. Dependendo do gene afetado pode ser dominante ou recessiva, autossômica ou ligada ao cromossoma X. A ictiose vulgar, que representa 90% dos casos, é autossômico dominante, ou seja, se um dos país tem a doença os filhos e filhas tem 50% de chance de ter também.[2]

Quando a causa não é hereditária é chamada de ictiose adquirida ou secundária. É um sintoma raro de câncer, diabetes, doença da tireoide ou AIDS.

Tipos[editar | editar código-fonte]

Existem pelo menos cinco tipos distintos de ictiose hereditária:

Sinais e sintomas[editar | editar código-fonte]

Ictiose leve, a pele é dura e seca com linhas formando um mosaico.

Casos moderados e severos costumam se manifestar antes dos 5 anos de idade e melhorar com os anos, até piorar de novo após os 50 anos. Casos leves podem passar desapercebidos, como um mero problema estético.[3]

A ictiose se apresenta na forma de pele seca, dura e escamosa. Normalmente a manifestação ocorre de forma mais grave nas pernas e cotovelos, mas também pode atacar os braços, as mãos e o tronco, em alguns casos. O aparecimento de linhas finas na palma da mão está associado à ictiose.

O distúrbio é mais visível no inverno. Pode ser acompanhado de dermatite atópica, ceratose pilosa (pequenas protuberâncias na parte posterior dos braços) ou outros distúrbios cutâneos.

Diagnóstico[editar | editar código-fonte]

Um dermatologista pode fazer o diagnóstico examinando a pele afetada com as escamas características. Em caso de dúvida uma biópsia de pele pode confirmar o engrossamento da camada córnea (hiperqueratose). Isso pode ser necessário para descartar outras causas de pele seca e escamosa.

Tratamento[editar | editar código-fonte]

O tratamento para ictiose mais comum é o uso de óleos hidratantes, exfoliantes e vaselina. Manter a pele hidratada providencia mais conforto e exfoliar melhora a aparência da pele. Retinoides (vitamina A) também podem ser usados no tratamento de alguns tipos dessa doença, mas causam transtornos ao feto em caso de gravidez imprevista. Em alguns casos o uso de ácido salicílico também mostrou melhorar a aparência da pele. Exposição ao sol pode melhorar ou piorar as escamas dependendo do tipo, porém os danos solares são muito mais perigosos do que ter pele seca e áspera.

Para o melhor controle e tratamento da ictiose é recomendado que o paciente faça acompanhamento com um dermatologista.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Sundberg, John P., Handbook of Mouse Mutations with Skin and Hair Abnormalities, Page 333, Published by CRC Press, 1994, ISBN 0-8493-8372-2
  • Rapini, Ronald P.; Bolognia, Jean L.; Jorizzo, Joseph L. (2007). Ichthyosis. Dermatology: 2-Volume Set. St. Louis: Mosby. ISBN 1-4160-2999-0.
  • Ichthyosis vulgaris, OMIM (Online Mendelian Inheritance in Man), Johns Hopkins University