Dermatologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Dermatologista)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Dermatologia é a especialidade médica que se ocupa do diagnóstico e tratamento clínico-cirúrgico das enfermidades relacionados à pele e aos anexos cutâneos (unhas, pelos, mucosas, cabelos).[1]Dentro da dermatologia, existe a dermatovenerologia, especialidade que tem importante atuação no contexto das infecções sexualmente transmissíveis.[2][3]

A história da Dermatologia moderna começa na Europa, entre século XV e XVI, onde clínicos começam a se interessar por problemas cutâneos. O primeiro livro-texto de Dermatologia foi escrito em 1797, pelo doutor Robert Willian. De fato, aos poucos a Medicina começou a salientar a importância da pele, não apenas como um invólucro, mas o maior órgão do ser humano.

A Dermatologia atua em todos os processos fisopatológicos que envolvem a pele: desde simples infecções, reações auto-imunes e inflamatórias, e tumores. A hansenologia é outra importante área de atuação da dermatologia. Por lidar com a pele, a dermatologia é a especialidade médica mais indicada para atuação em cosmiatria. Atualmente, o Dermatologista formado pode realizar subespecialização em Dermocosmiatria, onde o estudo e aplicação no campo da cosmiatría é o centro de ação desse profissional. Outro destaque é a Cirurgia Dermatológica que é uma subespecialidade da Dermatologia, onde o profissional médico se gabarita a realizar procedimentos cirúrgicos de maior complexidade da pele e seus anexos (unhas, cabelos, glândulas, etc).

Formação e Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Esta especialidade é certificada ao médico que realize um período de formação tutelada, variável segundo os países. No Brasil, a residência consiste em 3 anos de Dermatologia. Em Portugal, o internato compreende 60 meses distribuídos do seguinte modo: 6 de Medicina Interna, 3 de Pequena Cirurgia, 39 de Dermatovenerologia Clínica e Cirúrgica, 4 de Cirurgia Plástica, 2 de Anatomia Patológica, 3 de Infecciologia e 3 de Imunoalergologia. A avaliação (teórica, prática e curricular) é feita no final de cada ano e do internato.

O acesso à formação é dos mais competitivos em ambos os países. Tal como para todas as outras especialidades, anualmente em Portugal, os médicos escolhem-na por seriação baseada numa prova de conhecimentos de um concurso público.

São especialistas em dermatologia no Brasil, os médicos registrados nesta especialidade junto ao Conselho Federal de Medicina(CFM). São especialistas em Portugal os clínicos reconhecidos pela Ordem dos Médicos como tal.

No Brasil, a dermatologia é representada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, que conta com mais de 8000 mil associados, que é a única instituição reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina e pela Associação Médica Brasileira como representante da dermatologia no país.[4] Em Portugal, a Dermatovenerologia é representada pelos respectivos colégio de especialidade e sociedade; eles contam com cerca de 350 especialistas reconhecidos pela Ordem.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «O que é Dermatologia? - Sociedade Brasileira de Dermatologia». www.sbd.org.br. Consultado em 8 de março de 2018. 
  2. «Dermatovenerologia | Hospital Braga». www.hospitaldebraga.pt (em inglês). Consultado em 8 de março de 2018. 
  3. «Sabe o que é um dermatovenerologista? O Hospital do Funchal acaba de contratar um». Funchal Notícias. 21 de julho de 2016 
  4. «Sociedade Brasileira de Dermatologia». www.sbd.org.br. Consultado em 8 de março de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.