Intercidades (CP)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ic2.JPG

O serviço Intercidades refere-se a uma família de comboios de passageiros de longa distância em território português, gerida pela operadora Comboios de Portugal.

Caracterização

Destina-se ao transporte ferroviário de passageiros entre as principais cidades de Portugal, sendo principalmente utilizado para deslocações por lazer, negócios e turismo.[1]

A bordo das composições Intercidades, encontram-se serviços de cafetaria e bar, lavabos, e ar condicionado.[1]

Actualmente o serviço intercidades é realizado por carruagens Corail e/ou Sorefames renovadas. A tracção é atribuída a locomotivas da Série 5600. O comboio tem velocidade máxima autorizada de 200 Km/h.

Em 1990, os serviços, na Linha da Beira Alta, eram rebocados por locomotivas da Série 1550.[2]

História

Composição intercidades a circular na Linha do Norte.

O serviço Intercidades foi implementado pela operadora Caminhos de Ferro Portugueses na primeira metade da Década de 1990, de forma a alargar os serviços de passageiros de maior qualidade e velocidade, que antes se limitavam às ligações entre Lisboa e o Porto, ao resto do país.[3]

Em 1993, entraram ao serviço Intercidades novas carruagens, criadas a partir das antigas carruagens construídas pela empresa Sociedades Reunidas de Fabricações Metálicas. Em Setembro desse ano, já se encontravam em serviço nos comboios Intercidades entre Lisboa e a Guarda, tendo-se, nessa altura, previsto que também iriam assegurar estes serviços, entre a capital portuguesa e a Covilhã, e entre o Barreiro e Vila Real de Santo António.[4]

Em 2006, existiam 34 serviços intercidades em exploração, ligando vários pontos no país, entre Faro e Guimarães, tendo como ponto nevrálgico as Estações de Santa Apolónia e Oriente, em Lisboa.[5]

Desde o dia 10 de Maio de 2010, os serviços Intercidades entre a Estação do Oriente, Beja e Évora passaram a ser efectuados por via rodoviária, devido à suspensão do tráfego ferroviário durante obras de modernização na Linha do Alentejo.[6]

Ver também

Referências

  1. a b «Intercidades: Características». Comboios de Portugal. Consultado em 1 de Dezembro de 2010 
  2. «Concurso Fotografico». Madrid: Resistor, S. A. Maquetren (em espanhol). 2 (14). 37 páginas 1993 
  3. «Horários Alfa Pendular e Intercidades» (PDF). Comboios de Portugal. 1 de Setembro de 2010. Consultado em 1 de Dezembro de 2010 
  4. Brazão, Carlos (1993). «Nueva generación de coches intercidades». Maquetren (em espanhol). 2 (20): 20, 23 
  5. Cunha, João (19 de Março de 2006). «Os serviços rápidos da CP - Comboios de Portugal». Transportes XXI. Consultado em 1 de Dezembro de 2010 
  6. «L. Alentejo - interrupção da circulação (V.Novas/Casa Branca)». Comboios de Portugal. Consultado em 1 de Dezembro de 2010 

Ligações externas

Ícone de esboço Este artigo sobre transporte ferroviário é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.