János Fadrusz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
János Fadrusz

János Fadrusz (Pozsony, 1858Budapeste, 1903) foi um escultor húngaro.[1][2][3][4][5][6]

Ficou conhecido a partir da sua participação na Exposição Universal organizada em Paris em 1900 na qual seriam premiadas as suas duas obras mais importantes:

Algumas das suas obras mantém-se expostas no Museu de Budapeste e no Museu Britânico.

Referências

  1. Hugh Chisholm (1911). The Encyclopedia Britannica: A Dictionary of Arts, Sciences, Literature and General Information. [S.l.]: The Encyclopedia Britannica Co.,. p. 891 
  2. Bernard Samuel Myers, Shirley D. Myers (1969). McGraw-Hill dictionary of art. [S.l.]: McGraw-Hill. p. 378. Consultado em 6 de maio de 2009 
  3. Stephen Sisa (1990). The spirit of Hungary: a panorama of Hungarian history and culture. [S.l.]: Rákóczi Foundation. p. 310 
  4. RFE/RL, Inc. Research Institute (1994). RFE/RL research report. [S.l.]: RFE/RL, Inc.,. p. 28 
  5. Kineton Parkes (1931). The art of carved sculpture. [S.l.]: Chapman and Hall. p. 168. Consultado em 6 de maio de 2009 
  6. Eleonóra Babejová (2003). Fin-de-siècle Pressburg: conflict & cultural coexistence in Bratislava 1897-1914. [S.l.]: East European Monographs. p. 163. ISBN 0880335157 
Ícone de esboço Este artigo sobre um escultor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.