Jean Auel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean Auel
Nome completo Jean Marie Untinen-Auel
Nascimento 18 de fevereiro de 1936 (80 anos)
Chicago, Illinois
Residência Portland
Nacionalidade  Estados Unidos
Cônjuge Ray Bernard Auel
Filho(s) 5
Ocupação Escritora
Gênero literário infantil

Jean Marie Auel, nascida Jean Marie Untinen (Chicago, 18 de fevereiro de 1936), é uma escritora estadunidense, mais conhecida por ser uma autora de livros sobre pré-história, onde retrata situações em que o Homem de Cro-Magnon convive com o Homem de Neanderthal em romances ambientados na Europa, em livros que venderam 34 milhões de cópias em todo o mundo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jean Marie Untinen era a segunda filha de Neil Solomon Untinen, pintor de casas, e Martha Wirtanen. Casou-se com Ray Bernard Auel,[1][2][3] com quem teve cinco filhos, e mora em Portland.

Auel é membro da Mensa desde 1964.[4] Ela cursou a Portland State University e a University of Portland. Quando estudante trabalhou como caixa (1965-1966), como pintora de placas de trânsito (1966-73), redatora (1973-74) e gerente de crédito na Tektronix Corporation. Obteve o MBA em 1976, e também conquistou graduações honorárias na University of Maine e na Mount Vernon College for Women.

Em 1977 a Sra. Auel iniciou uma extensa pesquisa bibliográfica sobre a Era do Gelo para seu primeiro livro. Em seguida juntou-se a um grupo de aprendizado de técnicas de sobrevivência para aprender como construir um abrigo no gelo, os métodos primitivos para a produção de fogo, curtição do couro e, finalmente, polimento de pedras com o especialista em cultura indígena, Jim Riggs. Auel o descreve como "o tipo de pessoa que você coloca nu em um ponto do deserto, e ele sairá do outro vestida, alimentada e protegida." A obra resultante - "The Clan of the Cave Bear" (O Clã do Urso da Caverna) foi indicado para numerosos prêmios literários, inclusive a indicação para melhor livro de estreia da American Booksellers Association.[5]

Após o sucesso das vendas de seu primeiro livro, Auel pode viajar para sítios de ruínas e relíquias pré-históricas, e também visitar a maioria dos especialistas com quem havia se correspondido. Sua pesquisa levou-a através de toda a Europa, partindo da França até a Ucrânia, inclusive por aquilo que Marija Gimbutas chamou de "Europa Antiga". Desenvolveu estreita amizade com o Dr. Jean Clottes, de França, que foi responsável, entre outras coisas, pela descoberta da Caverna de Cosquer, em 1985, e da Caverna de Chauvet, em 1994.[6][7].

Os livros da autora são publicados pela Bantam Books. No Brasil foram editados pela editora Record (por sua afiliada, chamada BestBolso)[8]

Bibliografia da autora[editar | editar código-fonte]

  1. The Clan of the Cave Bear, 1980 (Br: Ayla, a filha das cavernas; Pt: O Clã do Urso das Cavernas)
  2. The Valley of Horses, 1982 (Br e Pt: O Vale dos Cavalos)
  3. The Mammoth Hunters, 1985 (Br: Os caçadores de mamute; Pt: Os Caçadores de Mamutes (vol I e II) )
  4. The Plains of Passage, 1990 (Br: Planície de passagem; Pt: Planícies de Passagem (vol I e II) )
  5. The Shelters of Stone, 2002 (Br: O abrigo de pedra)
  6. The Land of Painted Caves, 2011 (Pt: A Mãe Terra)

Referências

  1. Middlebury College, Middlebury (2004). «Literature Resource Center». Consultado em 14/3/2007. 
  2. in Contemporary Authors. (A profile of the author's life and works). «"Jean M(arie) Auel," ». Detroit. 
  3. brought to you by ECfans.com and The AuelPage!. «The Jean Auel FAQ». 
  4. (julho 2004) "They're Accomplished, They're Famous, and They're MENSANS". Mensa Bulletin 476: 27. American Mensa. ISSN 0025-9543.
  5. Q&A. «Jean M. Auel». 
  6. «Entrevista Jean M. Auel» (Vídeo). 
  7. «"An Evening With Jean Auel"». 
  8. «Catálogo das obras de Jean M. Auel». Consultado em 7/4/2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]