Jelyu Jelev

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde outubro de 2009). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jelyu Jelev
Jelyu Jelev em 1990
2Presidente da Bulgária
Período 1 de agosto de 1990
a 22 de janeiro de 1997
Dados pessoais
Nascimento 3 de março de 1935
Veselinovo, Bulgária
Morte 30 de janeiro de 2015 (79 anos)
Sófia, Bulgária

Jelyu Mitev Jelev GColL (em búlgaro: Желю Митев Желев) (Veselinovo, 3 de março de 1935Sófia, 30 de janeiro de 2015)[1] foi um político búlgaro, ex-dissidente, presidente da Bulgária de 1990 a 1997.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formou-se em Filosofia pela Universidade de Sófia "St. Kliment Ohridski" em 1958 e posteriormente obteve o doutorado em 1974. Foi membro do Partido Comunista Búlgaro, mas foi expulso em 1965 por motivos políticos, foi posteriormente também expulso de Sofia e no ano seguinte teve de passar seis anos desempregado.

Em 1988 ele fundou o Comitê Ruse e um ano mais tarde tornou-se membro fundador e presidente do Clube de Apoio à Reestruturação e Glasnost, que o impulsionou para o cargo de presidente do Conselho de Coordenação da União das Forças Democráticas. Ele foi eleito MP na 7.ª Grande Assembleia Nacional, que o elegeu Presidente da República da Bulgária em 1 de agosto de 1990. Em janeiro de 1992 ele se tornou o primeiro presidente búlgaro democraticamente eleito, e cumpriu seu pleno mandato de cinco anos até janeiro de 1997, quando foi substituído pelo colega de partido Petar Stoyanov, que o havia derrotado nas primárias para a candidatura do ano anterior e em seguida ganhou as eleições presidenciais.

A 13 de setembro de 1994 recebeu o Grande-Colar da Ordem da Liberdade de Portugal.[3]

Após o final da presidência em 1997 Zhelev ainda permaneceu na política, mas numa escala muito menor. Ele se tornou presidente honorário do Partido Liberal Democrático da União e presidente honorário da Internacional Liberal e passou a estabelecer e presidir uma fundação que leva seu nome. Zhelev foi o iniciador e presidente da Comissão Política Balkan Club, uma união de ex-dirigentes políticos do Sudeste da Europa.

Zhelev escreveu uma série de livros e publicações, sendo o mais notável seu polêmico trabalho Fashizmat (búlgaro: Фашизмът; "O Fascismo") de 1982. Três semanas após a publicação, o livro foi proibido e retirado das livrarias e bibliotecas, uma vez que apontou semelhanças entre a ditadura fascista e do regime socialista.

Referências

  1. «Bulgaria's first democratically-elected president Zhelev dies» (em inglês). Reuters. 30 de janeiro de 2015 
  2. Zhelyu Zhelev - The dissident presiden «Zhelyu Zhelev - The dissident president» Verifique valor |URL= (ajuda) (em inglês). Sofia Echo. 17 de abril de 2003 
  3. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Jelyu Jelev". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 11 de abril de 2016