Joaquim Desterro de Almeida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação. Editor, considere adicionar mês e ano na marcação com {{subst:f-referências}}. Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Joaquim Desterro de Almeida (Pinhel, Pinhel, 22 de fevereiro de 1880 - 6 de julho de 1959) foi um político português.[1]

Família[editar | editar código-fonte]

Era filho de José Joaquim Desterro e de sua mulher Maria da Piedade de Almeida (1848 - Pinhel, 12 de Setembro de 1922).[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, foi 66.º Governador Civil do Distrito da Guarda de 30 de Maio a 25 de Outubro de 1921 e Notário do 2.º Cartório Notarial de Pinhel.[1][2]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Casou na Guarda em 1901 com Aida Metelo Corte-Real e Almeida, de Vieira do Minho, Vieira do Minho, filha do Juiz Conselheiro Custódio Joaquim da Cunha e Almeida e de sua mulher Josefa Metelo Corte-Real, da qual teve dois filhos e duas filhas:[1]

  • Abel Metelo de Almeida Desterro (1910 - 28 de Julho de 1911)[1]
  • Maria Jovita Metelo de Almeida Desterro (12 de Março de 1912 - ?), que casou com Eurico Retto (8 de Março de 1902 - ?) e foi mãe de Aida de Almeida Desterro Retto, de cujo casamento com Francisco Manuel Carvalhal nasceram a actriz Cristina Maria Metelo Retto Carvalhal, solteira e sem geração, e Pedro Manuel Metelo Retto Carvalhal[1]
  • Maria Helena Metelo de Almeida Desterro (8 de Setembro de 1914 - ?), casada em Agosto de 1940 com o Dr. José Torres Alves, Médico Veterinário (Pinhel, Pinhel, 1912 - 17 de Setembro de 1982), filho do Capitão Norberto Amâncio Alves e de sua mulher Berta Torres, com geração feminina[1]
  • Adalberto Metelo de Almeida Desterro (26 de Fevereiro de 1918 - 9 de Maio de 1998), Engenheiro, casado com Ana Maria Pinto (6 de Dezembro de 1929 - ?), com geração[1]

Referências

  1. a b c d e f g h Manuel Dejante Pinto de Magalhães Arnao Metelo e João Carlos Metelo de Nápoles (1.ª Edição, Lisboa, 1998). Metellos de Portugal, Brasil e Roma. [S.l.]: Nova Arrancada - Sociedade Editora. 80-1 e 101-2  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  2. Direção-Geral de Arquivos https://digitarq.adgrd.arquivos.pt/details?id=1170427  Em falta ou vazio |título= (ajuda)