John Draper

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
John Draper
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 1943 (72 anos)

John T. Draper (Estados Unidos, 1943) é um hacker americano. Ele introduziu o conceito de phreaker, ao conseguir fazer ligações gratuitas utilizando um apito de plástico que vinha de brinde em uma caixa de cereais, que reproduzia fielmente o som de 2600 Hz para acessar diretamente o satélite nas chamadas de longa distância, para fazê-las sem pagar. Obrigou os EUA a trocar de sinalização de controle nos seus sistemas de telefonia. Phreaker é o nome dado aos Hackers de Telefonia (Phone+Freak ou Phreak).[1] [2]

John Draper também conhecido como Capitão Crunch ou Crunchman, ganhou este apelido devido a Cap'n Crunch, mascote de um cereal de café da manhã, onde encontrou o apito. Draper era filho de um engenheiro de força aérea norte-americano; ele descreveu o pai dele como distante em uma entrevista publicada na primeira página do Journal de Wall Street. Sr. O próprio Draper entrou na força aérea em 1964, e enquanto estacionou no Alasca, ajudou os membros das forças armadas da mesma categoria dele a fazer telefonemas de casa gratuitos, inventando acesso a um painel de comando de telefone local. Ele adotou o counterculture e operou uma estação de rádio de pirata dentro de um furgão da Volkswagen. Um amigo cego de John, Joe Engressia (conhecido depois como Joybubbles) o informou que um apito de brinquedo que foi empacotado em caixas de Cap'n Crunch cereal, poderia ser modificado para emitir um tom a precisamente 2600 hertz, mesma freqüência que era usado por AT&T linhas longas para indicar facilmente que uma linha telefônica estava pronta e disponível para dirigir uma nova chamada. Experiências com este apito inspirou Draper para construir caixas azuis: dispositivos eletrônicos capazes de reproduzir outros tons utilizados pelo telefone da empresa.

Draper foi preso por fraude em 1972 e condenado a cinco anos de estágio. Em meados dos anos 1970 ele ensinou suas habilidades phreaking á Steve Jobs e Steve Wozniak, que mais tarde fundaram a Apple Computer. Ele foi brevemente empregado na Apple, e criou uma interface telefônica para o Apple II. Wozniak Afirmou que o motivo que o conselho nunca foi comercializado e foi o único da empresa que gostava de Draper. Atualmente ele faz softwares de segurança, é um alto responsável por desenvolver o KanTalk (Software VoIP para estudantes que querem praticar inglês ou uma outra língua) e organiza um programa de TV na internet, o TV Crunch.

John Draper inspirou várias referências na cultura popular: Elementos do filme Sneakers, incluindo o personagem Whistler, é Cosmo da experiência de phreaking oferecendo serviços aos criminosos, enquanto na prisão. Além disso, John Draper é especificamente mencionado como Capitão Crunch em uma cena do filme Cowboy Bebop, onde um hacker menciona que "Cap'n Crunch invadiu o sistema telefônico nacional com um apito de plástico." Ele também é retratado no filme Piratas do Vale do Silício.

Referências

  1. (AVI) TLC Hackers: Computer Outlaws, Phreak Vids, http://www.phreakvids.com/TLC_Hackers_Computer_Outlaws.avi .
  2. Wozniak, S. G. (2006), iWoz: From Computer Geek to Cult Icon: How I Invented the Personal Computer, Co-Founded Apple, and Had Fun Doing It. W. W. Norton & Company. ISBN 0-393-06143-4.
Ícone de esboço Este sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.