John Fowles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
John Fowles
Nome completo John Robert Fowles
Nascimento 31 de março de 1926
Leigh-on-Sea
Morte 5 de novembro de 2005 (79 anos)
Lyme Regis
Nacionalidade Inglês
Progenitores Mãe: Gladys May Richards
Pai: Robert John Fowles
Ocupação Escritor
Principais trabalhos A Amante do Tenente Francês e O Colecionador

John Robert Fowles (Leigh-on-Sea, 31 de março de 1926 - Lyme Regis, 5 de novembro de 2005) foi um renomado escritor e romancista inglês. Criticamente posicionado entre o modernismo e o pós-modernismo, seus trabalhos foram influenciados por Jean-Paul Sartre e Albert Camus, entre outros.

Depois que saiu da Universidade de Oxford, John ensinou inglês numa escola na Ilha Grega de Spetses, uma permanência que inspirou a escrever O Magus, um instantâneo best seller que foi direcionado com tom hippie anarquismo e filosofia experimental dos anos 1960. Que foi seguido por "A Amante do Tenente Francês" (1969), um romance da Era Vitoriana com uma virada pós-moderna que se passava em Lyme Regis, Dorset, onde John viveu muito de sua vida. Mais tarde escreveu outros obras ficcionais incluindo A Torre Ebony, Daniel Martin, Mantissa e A Maggot.

Suas obras são consideradas por muitos críticos uma singularidade entre a literatura moderna e pós-moderna. E foram adaptados para vários filmes e traduzidos em várias línguas.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascimento e Família John nasceu em Leigh-on-Sea em Essex, Inglaterra, filho de Gladys May Richards e Robert John Fowles. [1] Robert veio de uma família de mercadores de classe média em Londres, seu pai Reginald foi parceiro da firma Allen & Writh, uma importadora de tabaco. A mãe de Robert morreu quando tinha 6 anos. Aos 26 anos, depois de receber um treinamento, Robert se alistou na Honourable Artillery Company e passou 3 anos nas trincheiras em Flanders durante a Primeira Guerra Mundial. Seu irmão Jack morreu durante a guerra, deixando sua esposa e seus três filhos. Durante o ano de 1920, Robert foi desmobilizado e seu pai Reginald morreu. Robert teve que assumir a tarefa de cuidar não só dos seus sobrinhos, mais também de seus cinco meio-irmãos mais novos. Embora tivesse a esperança de aprender direito, a obrigação de criar uma família extensa o forçou a entrar no comércio familiar de importação de tabaco.

Gladys Richards pertenceu a família de Essex também originário de Londres. Mas a família Richards tiveram que se mudar para Westcliff-on-Sea em 1918, devido a Gripe Espanhola que se espalhava pela Europa, os Essex diziam ter um clima de saúde. Robert conheceu Gladys em um clube de tênnis em Westcliff-on-Sea em 1924. Apesar dela ser 10 anos mais nova e Robert tivesse uma saúde frágil devido a guerra, ambos se casaram um ano depois em 18 de junho de 1925. Nove meses e duas semanas depois, Gladys deu a luz a John Fowles.


Referências[editar | editar código-fonte]

  • Aubrey, James R. (1991), John Fowles; A Reference Companion, ISBN 031326399x Verifique |isbn= (ajuda), Greenwood Press 
  • Salami, Mahmoud (1992), John Fowles's Fiction and the Poetics of Postmodernism, ISBN 083863446x Verifique |isbn= (ajuda), Associated University Presses 
  • Warburton, Eileen (2004), John Fowles; A Life in Two Worlds, ISBN 0670032832, Viking Press 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: John Fowles
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.