Jolson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde março de 2017).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

Jolson, nome artístico de Raúl da Silva Pinto (Idanha-a-Nova, 14 de Junho de 1922 – Almada, 6 de Março de 1995), foi um célebre ilusionista português.[1]

Antes disso trabalhava no escritório de um conhecido advogado na baixa lisboeta, dedicando os tempos livres à sua paixão. O ilusionismo.

Graças às visitas das companhias de Circo que por ali estacionavam, decidiu criar uma atuação que pudesse ser exibida numa pista redonda, onde o público está situado à volta do artista e não só em frente como num teatro.

Jolson iniciou a sua actividade artística, como profissional, em 1947. Jolson e Nita era o nome do duo que constituiu com a mulher durante 48 anos, como ilusionista.

Conseguia, em 1957, um contrato de vários meses para o mais famoso Circo português, o Circo Mariano, com um vencimento de quase “treze mil escudos mensais”. Uma pequena fortuna para a época. Nesse mesmo ano é convidado para actuar na RTP, o único canal de televisão então existente em Portugal. A Jolson fica a dever-se o truque das “Raquete/Bolas de ping-pong”, uma produção de bolas de ping-pong, bonita e muito mágica.

Em 1958, o seu espectáculo tido como “moderno” merece o interesse do famoso “Berlin Zircus” de Christoforo Cristo, quecontrata Jolson por um período de 12 meses, seguindo-se constantes transferências que o levaram às pistas do “Circus Carl Busch” da Alemanha ao “Circus Jas Mullens” da Holanda.

Em 1961 percorre a Itália de ponta-a-ponta como atracção visual do “Circo Palmiri-Benneweis”, merecendo a atribuição da Medalha de Ouro de Mérito Artístico, pela “Entre Nazional Circhi” e mais tarde nova Medalha de Ouro de Mérito Artístico atribuída pelo “Circo de Césare Togni” onde actuou durante cinco anos.

França, Áustria, Noruega, Bélgica, Marrocos, foram outros destinos de Jolson que em 1985 integrado na companhia do “Circo sobre o Gelo” mostrou os seus méritos mágicos nas Canárias, Baleares e Gilbraltar.

Jolson beneficiou de uma excelente “partenaire” Nita, sua esposa que não se limitava a ser figurante em pista. Ela, Nita, intervinha como “mágica” na execução de alguns truques, impondo-se com charme e natural elegância. Em 1974 juntou-se ao grupo a nora Eulália Rossi que viria a dar o seu contributo à atuação.

A confirmação da excelência de Jolson, como Ilusionista, está na sua presença em programas de televisão nos Estados Unidos, Itália, Espanha, França, Noruega, Inglaterra e, naturalmente, em Portugal.

Regressado às origens, Jolson dá por terminada a sua carreira, em 1988, no “Circo Chen”. Raul da Silva Pinto o Ilusionista Jolson, viria a falecer em Março de 1995. Quinze dias antes, do seu falecimento, ainda foi entrevistado, por Luís de Matos no então seu programa televisivo na RTP1.

Ao longo da sua carreira, foi distinguido com medalhas de mérito concedidas por várias entidades, tais como empresas de espetáculo e Associações de Ilusionismo entre outras. Em 1988 foi-lhe atribuída pelo então presidente do Sport Lisboa e Benfica, João Santos, a medalha do Congresso do clube..

Resumo da atividade artística de Jolson:

1960 Circus Carl Bush Alemanha

1960 Circus Jos Mullens Holanda

1961 Circo Palmiri-Benneweis Itália

1962 Circo Palmiri-Benneweis Itália

1963 Circo Palmiri-Benneweis Itália

1963 Circus Benneweis Dinamarca

1964 Circus Barum Alemanha

1965 Circus Barum Alemanha

1966 Circus Barum Alemanha

1967 Circus Barum Alemanha

1968 Circus Carl Althoff Alemanha

1969 Circo Óscar Togni Itália

1970 Circo Óscar Togni Itália

1971 Circo Cesare Togni Itália

1972 Circo Cesare Togni Itália

1973 Circo Cesare Togni Noruega

1974 Cirque Sabine Rancy França

1975 Cirque Sabine Rancy França

1976 Circus Merano Noruega

1976 Gala de La Voix du Nord França

1977 Circo Embel-Riva Jugoslávia

1978 Cirque Amar França

1979 Cirque Amar França

1980 Cirque Amar França

1981 Cirque Amar França

1982 Cirque Amar Marrocos

1983 Circus Corty Althoff Alemanha

1984 Circus Corty Althoff Alemanha

1985 Circus Corty Althoff Alemanha

1986 Circo Russo de Angel Cristo Espanha

Referências

  1. «Jornal Público». Universidade de Lisboa. 5 de Março de 1995. Consultado em 7 de agosto de 2011