José Rômulo Plácido Sales

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
José Rômulo Plácido Sales
No discurso de posse do cargo de Defensor público-geral da União, em 6 de agosto de 2009.
Defensor público-geral da União do  Brasil
Período 6 de agosto de 2009
até 9 de novembro de 2011
Antecessor(a) Leonardo Lorea Mattar (interino)
Sucessor(a) Haman Tabosa de Moraes e Córdova
Dados pessoais
Nascimento 15 de junho de 1968 (49 anos)
Luzilândia, Piauí Bandeira do Piauí.svg
Profissão Defensor Público Federal

José Rômulo Plácido Sales (15 de junho de 1968) foi Defensor público-geral da União do Brasil. Nascido em Luzilândia, José Rômulo formou-se em Direito pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), e veio a integrar a Defensoria Pública do Piauí desde a sua criação, em 2001.[1] Em 2009, foi escolhido pelo presidente Lula para chefiar a Defensoria Pública da União, tendo sido anteriormente, por três vezes, indicado para o cargo.

Alguns dos objetivos de José Rômulo, no cargo de defensor público-geral da União, foi facilitar o acesso da população brasileira aos serviços da Defensoria Pública bem como melhorar as condições de trabalho dos defensores.[2] Na função de Defensor Público-Geral da União (hoje Defensor Público-Geral Federal), Rômulo abriu diversas Unidades da DPU em cidades interioranas das Unidades da Federação, em um processo necessário de interiorização do Órgão.

Referências

  1. Presidente Lula nomeia Rômulo Plácido para DPGU (acessado em 9 de janeiro de 2010)
  2. Defensoria Pública não pode viver de improvisos (acessado em 9 de janeiro de 2010)


Precedido por
Leonardo Lorea Mattar (interino)
Defensor público-geral da União
2009 – 2011
Sucedido por
Haman Tabosa de Moraes e Córdova
Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.