Jozef Adamec

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jozef Adamec
Jozef Adamec
Informações pessoais
Nome completo Jozef Adamec
Data de nasc. 2 de fevereiro de 1942 (77 anos)
Local de nasc. Vrbové, Flag of Slovakia (1939–1945).svg Eslováquia
Falecido em 24 de dezembro de 2018
Local da morte Trnava,  Eslováquia
Informações profissionais
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1954-1958
1958-1961
1961-1963
1963-1966
1966-1977
1977-1980
Tchecoslováquia TJ Iskra Vrbové
Tchecoslováquia Spartak Trnava
Tchecoslováquia Dukla Praga
Tchecoslováquia Slovan Bratislava
Tchecoslováquia Spartak Trnava
Áustria Slovan Viena
Seleção nacional
1960-1974 Flag of the Czech Republic.svg Tchecoslováquia 44 (14)
Times/Equipas que treinou



1999-2001
Eslováquia Spartak Trnava
Eslováquia Tatran Prešov
Eslováquia Slovan Bratislava
Flag of Slovakia.svg Eslováquia
Eslováquia Artmedia Bratislava

Jozef Adamec (Vrbové, 26 de fevereiro de 1942Trnava, 24 de dezembro de 2018) foi um ex-futebolista e treinador eslovaco.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Nasceu durante a Segunda Guerra Mundial, quando a Eslováquia estava separada da Tchecoslováquia e governada por um governo fantoche da Alemanha Nazista. Atacante, iniciou a carreira nos juvenis do Iskra Vrbové, e profissionalizou-se em 1958 no Spartak Trnava, o clube que por mais tempo defendeu, em três passagens. Quando prestou o serviço militar, entre 1961 e 1963, jogou pelo Dukla Praga, a equipe do exército. Passou ainda por Slovan Bratislava e, já no fim de carreira, no Slovan Viena, da Áustria.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Adamec enfrentou o Brasil ao menos três vezes, sendo duas nas duas Copas que disputou com a Tchecoslováquia, as de 1962 (empate sem gols no segundo jogo; não jogou na derrota na final) e de 1970 (derrota no primeiro jogo por 1 x 4). Encantado com o Brasil de 1970, que chegou ao México contestado, profetizou o tri brasileiro após a estréia: "Pelé e o Brasil são espetaculares. Se jogarem assim como hoje, já são os campeões"[1]. Em sua segunda Copa, formou o trio ataque com outros dois eslovacos, Ladislav Petráš e Ladislav Kuna.[2]

A outra partida contra os brasileiros foi especial: em amistoso realizada em 1968, em Bratislava (atual capital da Eslováquia), marcou os três gols na vitória por 3 x 2 da Seleção Tchecoslovaca. Difunde-se inclusive que ele teria sido o primeiro a marcar três vezes em uma partida contra o Brasil, embora seja uma inverdade - antes dele, Manuel Seoane, Blagoje Marjanović, Ernest Wilimowski (que marcou inclusive quatro em um só jogo, na Copa do Mundo FIFA de 1938), Carlos Peucelle, Norberto Méndez, Óscar Míguez, José Sanfilippo e Jacques Stockman também conseguiram. Mas depois do eslovaco o feito só foi logrado por Paolo Rossi e Lionel Messi.[3]

Treinador[editar | editar código-fonte]

Adamec tornou-se técnico, chegando a treinar dois de seus ex-clubes, o Spartak Trnava e o Slovan Bratislava. Treinou também a Seleção Eslovaca, entre 1999 e 2001.

Referências

  1. Placar número 1291-A, Editora Abril, pág. 49
  2. «Elenco Copa de 1962». Consultado em 16 de fevereiro de 2016 
  3. BRANDÃO, Caio (18 de janeiro de 2019). «Nos anos 90, ninguém fez mais gols na seleção brasileira do que Darío Franco, que faz 50 anos». Futebol Portenho. Consultado em 18 de janeiro de 2019