Juan Larrea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2010). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Juan Larrea
Nascimento 13 de março de 1895
Bilbau, Espanha
Morte 1980 (85 anos)
Córdova, Espanha
Nacionalidade Espanha Espanhol
Ocupação Poeta

Juan Larrea (Bilbau, 1895Córdova, 1980 foi um poeta espanhol que escreveu em francês e castelhano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Bilbau em 13 de março de 1895, numa casa onde o clima era de uma religiosidade asfixiante. Duas irmãs de Juan tornaram-se monjas e um irmão tornou-se jesuíta e chegaria a ser teólogo e reitor da casa de formação de Oña.[1]

Licenciou-se em letras e ingressou no corpo de arquivistas e, pela sua amizade com Gerardo Diego e Vicente Huidobro, interessou-se pela poesia, que sentia como un refúgio frente ao mundo medíocre que o rodeava. Em 1926 ruma a Paris e com César Vallejo funda a revista Favorables París Poema, viaja pela América e estuda as culturas pré-colombianas com fervor. Após a Guerra Civil Espanhola exila-se definitivamente na América.

A sua escrita poética, na sua maior parte em francês, é devedora das vanguardas, em especial do surrealismo, o que demonstra por algumas audazes imagens e um irracionalismo radical, misturados a uma sintaxe lúcida e clara.

Fonte da tradução[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em galego, cujo título é «Juan Larrea».

Referências

  1. Alonso de los Ríos, César, 1936- Rodríguez, Ramón, 1947-, Juan Larrea ¿impostor o profeta?, Triunfo. Año XXXII, n. 780 (7 en. 1978),p. 52-55.