Karl-Marx-Hof

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Karl-Marx-Hof
Karl-Marx-Hof
Arquiteto Karl Ehn
Início da construção 1926
Fim da construção 1930
Geografia
País  Áustria
Cidade Viena
Coordenadas 48° 15' 10" N 16° 21' 54" E

O Karl-Marx-Hof, localizado no bairro Heiligenstadt de Viena (no 19.º distrito, Döbling), é um conjunto social de mais de 1100 metros de comprimento construído entre 1927 e 1930 pelo arquiteto austríaco Karl Ehn. É considerado o edifício residencial mais longo do mundo. É um longo bloco de 1383 apartamentos construído em betão que combina funcionalidade e ousadia arquitetónica. É delimitado a oeste pela Heiligenstädter Straße, a norte pela Grinzinger Straße, a leste pela Boschstraße e a sul pela Geistingergasse. O complexo é composto por três pátios internos e uma grande praça em torno da qual os edifícios ocres Art Déco estão dispostos.

A inauguração oficial do complexo ocorreu em 12 de outubro de 1930 pelo município austro-marxista que administrava a cidade entre 1919 e 1934. As acomodações incluíam um total de 1382 apartamentos com uma capacidade total de cerca de 5000 pessoas. Todas as habitações tinham desde a construção a sua própria casa de banho.

Durante a insurreição de fevereiro de 1934, o Karl-Marx-Hof serviu de quartel-general para militantes socialistas e foi invadido por forças conservadoras e fascistas. Os oponentes socialistas só se renderam depois de fogo de artilharia.[1] Durante o Anschluss, o edifício Karl-Marx-Hof foi renomeado para Heiligenstädter Hof, mas voltou ao nome anterior em 1945.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Rebecca West (1993). Black Lamb and Grey Falcon. [S.l.]: Connongate. pp. 1108–1111. ISBN 0862414288