Karl Eugen Dühring

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Karl Eugen Dühring
Nascimento 12 de janeiro de 1833
Berlim
Morte 21 de setembro de 1921 (88 anos)
Nowawes
Cidadania Alemanha
Alma mater
  • Köllnisches Gymnasium
Ocupação teórico racial, economista, filósofo, escritor, professor(a) universitário(a), sociólogo(a)
Empregador Universidade Humboldt de Berlim

Karl Eugen Dühring (Berlim, 12 de janeiro de 1833Nowawes, 21 de setembro de 1921) foi um filósofo e economista alemão.[1]

Ensinou filosofia na Universidade de Berlim (1864 a 1867).[carece de fontes?] Partidário do ateísmo, combateu a concepção judaico-cristã e, antes de Nietzsche, interpretou o cristianismo como expressão de um ressentimento dos fracos.

Em economia política, foi discípulo de List e Carey, cujas ideias expôs com um notável espírito científico.

Adversário do socialismo marxista, esforçou-se sempre por fazer sobressair a importância dos fatores morais e pessoais na economia.

Julgava-se um perseguido (por ter valores distintos dos judaico-cristãos tidos como "ocidentais", mas que na verdade surgiram no Oriente) e incompreendido, por estar muito a frente do seu tempo (talvez até séculos). Sua obra contém críticas e polêmicas contra a cultura oficial alemã de sua época. Diversas de suas teses anti-semitas foram retomadas pelos teóricos do nazismo.

Obras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Dühring, Eugen». TheFreeDictionary. Consultado em 12 de abril de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.