Khurshidbanu Natavan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Khurshidbanu Natavan
Nascimento 6 de agosto de 1832
Shusha
Morte 2 de outubro de 1897 (65 anos)
Shusha
Cidadania Império Russo
Ocupação poetisa, escritora

Khurshidbanu Natavan (azeri: Xurşidbanu Natəvan) (Şuşa), também conhecida como "Xan qızı" (a filha de cã), foi uma poeta lírica[1] do Azerbaijão.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Natavan nasceu em 6 de agosto de 1832 em Şuşa, na família do último do Canato de Carabaque Mediculu Cã e Badirdjahan-beyim, neta de Ibraim Calil Cã e Javade Cã.[3] Recebeu sua educação em casa, aprendeu idiomas orientais e leu os clássicos de Ferdusi, Nezami, Saadi de Xiraz, Hafez, Alicher Nevoi, etc. Viajou para o Daguestão, tendo estado em Tbilisi, Bacu. Em 1858, conheceu Alexandre Dumas em Bacu.[4]

Uma das primeiras sociedades literárias, "Majlis-i Uns" (Encontro de Amigos), fundada por Khurshidbanu Natavan em Shusha em 1872, tornou-se especialmente popular e concentrou a força poético-intelectual de Carabaque. Natavan esteve envolvida na filantropia, no desenvolvimento social e cultural de Carabaque. Natavan construiu um palácio, uma mesquita, uma escola, etc.[5]

Thomas de Waal, que viu os monumentos em Bacu, escreveu:

"Vi as três cabeças de bronze, abandonadas e cheias de balas, no pátio da sede da Cruz Vermelha, no centro de Bacu: a poetisa Natevan, uma garota séria com um lenço na cabeça lendo um livro, sem um polegar; o compositor Hajibekov, um cavalheiro com o terno trespassado por balas e os óculos quebrados; e Bul Bul, um cantor famoso com uma testa de bronze abobadada ".[6]

Os monumentos agora são mantidos no quintal do Museu de Artes do Azerbaijão em Bacu.[7][8]

Referências

  1. Naroditskaya, Inna. «Azerbaijanian Female Musicians: Women's Voices Defying and Defining the Culture». Ethnomusicology. 44 (2). 234 páginas. doi:10.2307/852531 
  2. «Visions of Azerbaijan Magazine ::: Natavan: The Artist Princess». Visions of Azerbaijan Magazine (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2019 
  3. «Khurshidbanu Natavan: incredible gem of national poetry». AzerNews.az (em inglês). 30 de abril de 2018. Consultado em 18 de novembro de 2019 
  4. http://www.irs-az.com/pdf/090621161211.pdf
  5. Horst, Kristen Nehemiah (23 de outubro de 2011). Khurshidbanu Natavan (em inglês). [S.l.]: Dign Press. ISBN 9786137773611 
  6. de Waal, Thomas (2003). Black Garden: Armenia and Azerbaijan through Peace and War. p. 190.
  7. De Waal, Thomas,. Black garden : Armenia and Azerbaijan through peace and war. New York: [s.n.] ISBN 0814719449. OCLC 50959080 
  8. «Глава 12. Шуша. Последняя цитадель» (em inglês). 12 de julho de 2005