Klaus Schwab

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Klaus Martin Schwab)
Klaus Schwab
Klaus Schwab
Klaus Schwab en 2011.
Nascimento 30 de março de 1938
Ravensburg
Cidadania Alemanha
Progenitores
  • Eugen Wilhelm Schwab
  • Emma Gisela Schwab
Cônjuge Hilde Schwab
Filho(a)(s) Nicole Schwab, Olivier M. Schwab
Alma mater
Ocupação economista, pedagogo, participante do fórum internacional
Prêmios
  • Grã-cruz do Mérito com Estrela da Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha (2012)
  • Medalha de Ouro de Honra por Serviços para a República da Áustria
  • Order of Freedom of the Republic of Slovenia
  • Prêmio Dan David (2004)
  • honorary doctor of the Nankai University (2009)
  • China Reform Friendship Medal (2018)
  • Ordem de Stara Planina
  • Grand Cordon of the Order of the Rising Sun
  • Dostyk Order of grade I
  • Ordem de São Miguel e São Jorge
  • Cavaleiro da Legião de Honra
  • Order of Merit of the Republic of Poland
  • Order for Merits to Lithuania
  • Ordem do Sol Nascente
  • Ordem da Águia Asteca
Empregador(a) Universidade de Friburgo, Universidade de Genebra
Obras destacadas COVID-19. The Great Reset

Klaus Martin Schwab (Ravensburg, 30 de março de 1938) é um engenheiro e economista alemão. Fundou em 1971 o European Symposium of Management,[1] organizado em Davos, Suíça, que se tornaria em 1987 o World Economic Forum.[2]

Origem e formação[editar | editar código-fonte]

Klaus Martin Schwab nasceu em 30 de março de 1938, filho de Eugen Wilhelm Schwab e Erika Epprecht  em Ravensburg.[3] Seus pais se mudaram da Suíça para a Alemanha durante o Terceiro Reich para que seu pai assumisse o cargo de diretor da Escher Wyss AG , uma empresa industrial e empreiteira do regime nazista.  A família de Schwab era monitorada pela Gestapo ,  que em 1944 também interrogou sua mãe (que era de Zurique ) por falar em público com sotaque suíço.  Schwab foi criado como católico.  Ele é cidadão alemão, embora tenha três avós suíços e dois irmãos suíços.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ele começou sua carreira profissional no final dos anos 1960 como professor de administração industrial na Universidade de Genebra , onde lecionou até 2002,[2] mantendo o título de "professor".[4]

Fórum Econômico Mundial (Davos)[editar | editar código-fonte]

Em 1971, marcado pela leitura e pelo sucesso do "Desafio Americano" de Jean-Jacques Servan-Schreiber, organizou em 1971 o Simpósio Europeu de Gestão, dirigido primeiramente a um público europeu.[5]

Ele é mais conhecido como presidente desde a sua criação, o Fórum Econômico Mundial (WEF) Fundação sem fins lucrativos com sede em Genebra. O fórum é mais conhecido por seu encontro anual em Davos, na Suíça, que reúne líderes empresariais, políticos de todo o mundo, acadêmicos e jornalistas para discutir as questões mais urgentes do mundo, inclusive nas áreas de saúde e meio ambiente.

Klaus Schwab em 2008, no Fórum Econômico Mundial

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Klaus Schwab é o pai de Nicole Schwab, co-fundadora do Gender Equality Project, que incentiva as empresas a promover a diversidade.[6]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]