Kokuhaku

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Kokuhaku
No Brasil Confissões
Em japonês 告白
 Japão
2010 •  cor •  106 min 
Direção Tetsuya Nakashima
Roteiro Tetsuya Nakashima
Baseado em Kokuhaku, de Kanae Minato
Elenco Takako Matsu
Yukito Nishii
Kaoru Fujiwara
Ai Hashimoto.
Gênero drama
suspense
Edição Yoshiyuki Koike
Distribuição Toho Company
Home Video:
MGM Home Entertainment
Shocking Videos
Lançamento 5 de junho de 2010
Idioma japonês
Receita US$ 44,9 milhões[1]

Kokuhaku (告白?  ; bra: Confissões[2]) é um filme japonês de 2010, dos gêneros drama e suspense, escrito e dirigido por Tetsuya Nakashima, baseado no romance homónimo de Kanae Minato[2] — vencedor do prémio Honya Taisho em 2009[carece de fontes?].

Do elenco fazem parte Takako Matsu, Yukito Nishii, Kaoru Fujiwara e Ai Hashimoto.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O tema deste filme é a violência juvenil, suas tristes raízes e terríveis consequências. A personagem principal é a professora Moriguchi (Takako Matsu), que está por sair da escola. No seu último dia de aulas, confessa aos alunos de sua classe que sua filha de 4 anos, Manami (Mana Ashida), não morreu acidentalmente, como concluiu a investigação policial. Ela foi assassinada por alunos de sua classe, aos quais passa a chamar de “aluno A” e “aluno B”. Apesar de não citar seus nomes, a descrição das características e feitos de cada um revela as suas identidades. O motivo que os levou a isso, bem como o envolvimento de parentes e amigos, são narrados sob a forma de confissões de 6 pessoas, tais como peças de um puzzle.[3]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Confessions". Boxofficemojo. Retrieved March 04, 2012.
  2. a b «Confissões». Brasil: CinePlayers. Consultado em 8 de agosto de 2019 
  3. «Kokuhaku (confessions)». animesxgames.com. Consultado em 27 de julho de 2013 [ligação inativa]
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme japonês é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.